Centro de Relacionamento Intrapessoal, Interpessoal e Aprendizagem

terça-feira, 7 de junho de 2011

Atividades escolares- Projeto Festa Junina

FESTAS JUNINAS

Nessa data comemorativa há uma afirmação de identidade cultural, pois, relembram o passado, porque quando se recria o cenário dos arraiais e apresentam-se danças das regiões há um resgate cultural e fortalece a identidade de um povo. Esse resgate deixa de ser apenas oral, como muitas vezes são passadas as culturas de um povo e passa ser concreto.

As festas juninas proporcionam um ensino aprendizado-dinâmico dinâmico em torno de manifestações culturais, gastronomia, significação e origem de elementos históricos. Elas também promovem o relacionamento interpessoal e confraternização que nenhuma outra data consegue realizar.

Além de ser a festa mais reproduzida e recriada nas escolas é também um bom momento para desenvolver um projeto de aprendizagem, porque é um trabalho sócio-cultural. Dessa forma, a escola pode e deve tomar partido dessa data para elaborar com as crianças atividades que lhes tragam o conhecimento assim como atitudes e valores.

É uma experiência que contribui para uma prática pedagógica diferenciada, além de motivar o aluno a participar, bem como possibilita trabalhar interdisciplinarmente de forma significativa. Porque escola é um espaço de formação ampla do educando, onde aprofunda o seu processo de humanização, aprimorando as dimensões e habilidades.

Dessa forma, o acesso às experiências culturais diversas e a novas linguagens, contribui para o desenvolvimento do aluno como sujeito sociocultural, crítico e criativo.


Objetivos do desenvolvimento de um projeto ensino-aprendizado Festas juninas:
• refletir sobre vivências e experiências, dando a oportunidade dos alunos aprenderem conceitos que possam levar por toda a vida, como conviver em harmonia,

• respeitar o próximo,

• aprender trabalhar em grupo,

• ser criativo,

• ter uma linguagem bem desenvolvida,

• constituir uma leitura de mundo de forma inteligente e que lhe abra novas perspectivas,

• ser perceptivo aos fatores críticos;

• trabalhar conteúdos da série de forma significativa.


Apresentação do projeto Festas juninas

Apresentaremos um trabalho educacional tendo como eixo temático as festas juninas, não tem haver com uma religião específica, mas sim contribui para incentivar a participação geral. Trata-se de um momento em que elas aprendem, divertem-se e experimentam uma integração, além de ser um trabalho interdisciplinar.
O tema Festas Juninas pode ser explorados de forma ampla e interdisciplinar, com a conseqüente realização de pesquisas e experiências de primeira mão. Possibilita ainda a realização de inúmeras atividades de organização e de registro, feitas individualmente, em pequenos grupos ou com a participação de toda a turma.
O professor neste projeto é o organizador e mediador, pois busca de informações, que estimula a curiosidade e a criatividade do grupo. Alguém que, acima de tudo, entende que os alunos não são receptores passivos, mas sujeitos com interesses e que estão construindo sua história e no caso do tem Festas Juninas, estão reconstruindo a cultura que estão imersos.

Para tanto a escola passa a ser um espaço de busca, de reflexão crítica e que trabalha com várias fontes e áreas do conhecimento.

Justificativa
Faz-se necessário desenvolver na escola temas que fazem parte da cultura do nosso país, porque representa um dos pilares fundamentais do conhecimento sobre a vida social e cultural de um povo. E para o aluno aprender fazendo é muito importante para a formação do educando, porque a prática revela o prazer de conhecer.


Objetivos:
• Conhecer as características das festas juninas;
• Respeitar o homem do campo e sua cultura;
• Promover interesse e participação na atividades de ensino-aprendizado;;
• Valorizar festa junina dentro do folclore brasileiro, destacando seus aspectos sociais e culturais;
• Promover o relacionamento interpessoal.


Metodologia

Trabalhar os aspectos históricos, socioculturais e as curiosidades que acompanham os festejos juninos, todos os anos, não impede a escola de incrementar o arraial escolar com algo novo, reforçado pelas atividades lúdicas. Para isso, é preciso que o educador seja criativo, inovador e busque mesclar as características tradicionais com os conteúdos

Serão trabalhas atividades de forma coletiva e individual com a interação professor e aluno durante as atividades propostas.


Avaliação:
A avaliação será através de registro em relação a aprendizagem individual e coletiva dos alunos frente as atividades propostas durante o desenvolvimento do projeto.

Conclusão

O projeto pode ser finalizado com apresentação de alguns trabalhos, num painel de fotos do projeto e com a realização de uma Festa Junina.


Atividades do projeto


Conhecendo o tema

O primeiro passo para desencadear o projeto é ler em sala de aula um livro ou um texto sobre festas juninas, apresentar figuras de festas juninas e musicas de festas juninas para partilhar com os alunos. O professor pode planejar algumas atividades previamente e mobilizar os alunos.
Aqui vamos apresentar algumas atividades a fim de que os alunos conheçam melhor o tema.
Vale lembrar que é preciso também estar atento aos interesses do grupo, pois o papel do professor neste projeto é de organizador da aprendizagem.

Atividade: O Painel

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade.
Conteúdo: Língua Portuguesa, História, Natureza e sociedade.
Objetivos: aprender novos conceitos e descobrir áreas de interesse
Materiais: figuras da festa junina, papel pardo, cola, tesoura, livro sobre festas juninas, textos sobre festas juninas.

O professor preparará um grande painel com as fotos e figuras dos elementos da festa junina e lerá textos sobre festas juninas, como o livro de Toni Brandão da Editora: STUDIO NOBEL.


Elementos da festa junina: correio elegante, a fogueira, a quadrilha, o casamento, as bandeiras, os doces, o mastro, os fogos de artifício, as brincadeiras (pau de sebo, bingo, Corrida dos sacos, boliche de latas, caça ao objeto, cadeia, corrida do milho, corrida do ovo na colher, corrida do saco, corrida do saci ou corrida dos sapatos, dança da laranja, pesca da maçã, jogo do bicho ou do rabo do burro, jogo de argolas).


























Atividade: O causo

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade.
Conteúdo: Língua Portuguesa

Objetivos: praticar a memorização dos fatos e seu encadeamento lógico; desenvolver a expressão oral e a audição; comprovar a deformação que ocorre quando transmitimos informações a outros.

Materiais: a história do Bumba- Meu- Boi

Os causos são muito comuns no campo, são histórias relacionadas a vida do campo, e são contados também nas rodas de conversa numa festa junina ao redor de uma fogueira.

1. A professora escolherá três alunos da classe, que ficarão fora da sala de aula, porque será lido um causo os outros alunos;
2. Esclarecer que devem prestar muita atenção no causo, porque um aluno da classe será escolhido para contar o causo para um alunos que está fora da classe;
3. Ler o causo para a classe;
4. Pedir para que entre um dos alunos que está do lado de fora da classe;
5. O causo será contato por um aluno que estava na classe para o alunos que estava fora da classe;
6. Quando esse aluno terminar, pedir para que o segundo aluno, que está do lado de fora entre e ouça o causo, que será contado pelo aluno anterior que ouviu;
7. Assim que o segundo aluno terminar, pedir para que entre o terceiro aluno. Ele ouvirá o causo, que será contada pelo segundo aluno.
8. O terceiro aluno contará o causo que ouviu para a classe.
9. A professora analisará com a classe as diferenças entre os causos contados e os erros cometidos ao longo das diversas narrações.

O causo do Bumba- Meu -Boi ou Boi Bumbá

Um fazendeiro rico possui um bonito boi, que inclusive sabe dançar. Na fazenda tem um trabalhador, o Chico, que resolve roubar o boi porque a mulher, a Catirina, está com desejo de comer língua do boi mais bonito da fazenda.

Ao saber que o boi sumiu do pasto o fazendeiro fica muito triste e manda seus empregados procurarem o boi.

Quando os funcionários encontram o boi, ele está muito doente. Os pajés curam a doença do boi e descobrem a real intenção de Pai Chico, o fazendeiro o perdoa e celebra a saúde do boi com uma grande festividade.

Indicação de leitura: Bumba- Meu-Boi da autora Stela Barbieri da Editora Girafa


Atividade: O Bumba-Meu-Boi

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade.
Conteúdo: Arte

Objetivos: desenvolver a criatividade
Materiais: folha sulfite A4, lápis preto, caixa de lápis de cor.

O bumba-meu-boi adquire nomes, danças e adereços diferentes por todo o Brasil, mapa do Brasil

• Maranhão, Rio Grande do Norte e Alagoas é chamado bumba-meu-boi;
• Pará e Amazonas é Boi-Bumbá ou Pavulagem;
• Pernambuco é Boi Calemba ou Bumbá;
• Ceará é Boi de Reis, Boi Surubim e Boi Zumbi;
• Bahia é Boi Janeiro, Boi Estrela do Mar, Dromedário e Mulinha-de-Ouro;
• Paraná, em Santa Catarina, é Boi de Mourão ou Boi de Mamão;
• Minas Gerais, Rio de Janeiro e Cabo Frio é Bumba ou Folguedo do Boi;
• Espírito Santo é Boi-de-Reis;
• Rio Grande do Sul é Bumba, Boizinho, ou Boi Mamão;
• São Paulo é Boi de Jacá e Dança do Boi.

Mesmo com diferentes nomes e danças por região o nome mais conhecido no Brasil é o Bumba-Meu –Boi



















Atividade com a tela
1. Será apresentado aos alunos a tela Bumba- Meu- Boi do artista Camilo Riani
2. A professora entregará aos alunos folha sulfite A4 e um lápis preto;
3. Os alunos riscaram a folha com os olhos fechados, fazendo vários movimentos, sem tirar o lápis da folha. O professor colocará uma música;
4. Depois procurarão visualizar na folha a figura do bumba-meu-boi, a figura poderá aparecer de formas diferentes: de lado, de frente, só a cara;
5. O aluno fará o contorno da figura com lápis de outra cor, deverá desenhar os olhos.


Atividade com o mapa
Faixa etária: 8 a 11 anos de idade
Objetivos: trabalhar com o mapa e desenvolver a inteligência espacial.
Conteúdo: Geografia, Natureza e sociedade.
Material: mapa

1. A professora entregará um Xerox com o mapa do Brasil, ou colocará o mapa fixado na lousa e junto com a turma procurará os Estados que usam o Boi nas festas juninas.

Atividade dramatização
Faixa etária: 5 a 11 anos de idade
Objetivos: desenvolver a criatividade, explorar recursos narrativos.
Conteúdo: Língua Portuguesa e Arte
1. Os alunos encenaram o causo do Bumba-meu-boi;
2. O bumba meu boi será feito de caixinha de leite longa vida e os outros personagens de colher de pau.





















PLANEJAMENTO DA FESTA JUNINA

Para realizar uma Festa Junina é preciso um planejamento. Neste \momento os alunos vão entender como é o desenvolvimento de uma festa, porque muitas vezes as crianças só conhecem a Festa Junina pronta, isso a impede de realmente vivencias de forma plena esse evento que sempre faz parte do calendário escolar.

Objetivo
As atividades aqui propostas têm como objetivo fazer com que o aluno vivencie a Festa Junina desde a sua criação e ao mesmo tempo trabalhar os conteúdos.

Atividade: Os convidados

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade
Conteúdo: Lógica matemática

Objetivos: pensar de forma matemática, desenvolver o raciocínio lógico.

Materiais: lousa e giz.

1. A professora explicará para turma que a atividade é fazer o planejamento de uma festa junina;
2. Será feita uma relação de quantos convidados cada aluno trará na festa junina;

3. Serão feitos os seguintes questionamentos:

_____Quem dos alunos tem mais convidados?
_____Quem dos alunos tem menos convidados?
_____Quando convidados femininos têm?
_____Quantos convidados masculinos?
_____Se for convidar só os convidados das alunas. Quantos convidados teremos?
_____Se for convidar só os convidados dos alunos. Quantos convidados teremos?
_____Quantos convidados temos dos alunos que são números pares na lista de chamada da classe?
_____Quantos convidados temos dos alunos que são números impares na lista de chamada da classe?


Atividade: Listas

Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa

Objetivos: desenvolver a escrita e a coerência

Materiais: cartolina, pincel, fita adesiva, cola.

1. É hora do planejamento da Festa Junina
2. A classe será dividia em grupos;
3. Cada grupo será responsável por setor da festa junina;
4. Os alunos farão listas das atividades, comidas, brincadeiras, músicas que terão na festa junina;
5. Com alunos de 6 e 7 anos de idade a atividade será oral, ou com figuras e desenhos, e com os alunos de oito a onze anos de idade a atividade será escrita em forma de lista.
6. Após a elaboração das listas, o material será apresentado para a classe.


Atividade: As receitas

Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa e Lógica

Objetivos: desenvolver a interpretação e o raciocínio lógico.

Materiais: cartolina, pincel, fita adesiva.

1. O professor escreverá em cartolina receitas de comidas típicas juninas, mas não colocará o nome da receita;
2. Numa cartolina a parte o professor colocará nome das comidas, isto é, das que foram dadas as receitas;
3. Os alunos divididos em grupos leram as receitas, procurando indícios através dos ingredientes colocados a qual comida a receita pertence;
4. Após todos os alunos terem identificados as receitas e o professor ter apresentado os nomes corretos, haverá um debate conduzido pelo professor para saber como as crianças raciocinaram.


Atividade: Conhecendo o espaço

Faixa etária: 7 a 11 anos de idade
Objetivos: desenvolver o raciocínio lógico e espacial.
Conteúdo: Matemática
Material: Fita métrica, cartolina, lápis de cor, lápis preto, régua

1. As crianças irão fazer uma planta baixa da Festa Junina;
2. A classe será dividida em grupos;
3. Os grupos deverão identificar:
Quantas barracas deverão ter na festa?
Vai ter palco?
Vai ter quadrilha junina?

2. No local, onde pode ser feito uma festa na escola, irão medir o espaço e já definir onde ficarão as barracas, o palco (se for ter), onde será realizado a quadrilha junina.

3. Após a identificação farão a planta baixa da festa Junina, usaram para isso a régua.
4. Cada grupo apresentará a planta baixa da Festa Junina.


Atividade: O convite

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade
Conteúdo: Arte e Matemática

Objetivos: desenvolver a criatividade

Materiais: papel cartão, papel dobradura (várias cores), cola, tesoura.


1. O professor apresentará para as crianças a tela de Volpi, As bandeirinhas. Explicará que as bandeiras fazem parte das festas juninas porque são usadas para enfeitar a festa;
2. Os alunos confeccionaram um convite da festa junina, para tanto várias bandeirinhas serão feitas recortadas do papel dobradura e deverão ser coladas no papel cartão em forma de convite












Atividade: As bandeirinhas

Faixa etária: 7 a 11 anos de idade
Conteúdo: Lógica- Matemática

Objetivos: desenvolver o raciocínio lógico-matemático
Materiais: bandeirinhas coloridas de papel

Descubra quantos triângulos tem na bandeirinha de festa junina

Resposta: 7 triangulos


Atividade: Descubra a sequência

1. Divida a sala em grupos;
2. Crie uma seqüência de banderinhas por cores, de 6 a 10 bandeirinhas;
3. Faça uma seqüência diferente para cada grupo;
4. Cada grupo deverá lembrar a sua seqüência.

Indicação de Livro: Alfredo Volpi, coleção Mestres das Artes no Brasil, Editora Moderna.


Atividade: O caminho

Para os alunos não se perderem no caminho, será feito uma seqüência de elementos que encontraram, assim poderão voltas para casa tranquilamente.


Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Lógico-matemática
Objetivos: demonstrar habilidade para encontrar soluções lógicas e desenvolver a inteligência interpessoal e espacial, pensar de forma matemática
Material: EVA, velcro, cola quente, tesoura









Será feito um painel de EVA com elementos que representa figuras do caminho, como árvore, pescaria, setas e também um número.

O cartaz será dividido em quatro quadrados, sendo que no último terá velcro para que as figuras sejam fixadas de acordo com a seqüência., para isso várias figuras com velcro serão colocadas numa mesa.

1. Os grupos deverão descobrir, de acordo com a seqüência;
2. Coloque a resposta num envelope.


















Atividade: Os caipiras

No caminho da roça também é o momento de encontrar os amigos para uma conversa. Aqui será encontrado um amigo, que traz um problema a ser resolvido.

Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Lógico-matemática
Objetivos: demonstrar habilidade para encontrar soluções lógicas e desenvolver a inteligência interpessoal e pensar de forma matemática
Material: cartolina, pincel.

Faça dois rostos caipiras e neles números escondidos.

1. 6 a 11 anos de idade: Os grupos deverão descobrir quais são os números que aparecem nos rostos;
2. 8 a 11 anos de idade: Qual dos dois rostos o resultado da soma dos números é maior?
3. Coloque a r
esposta num envelope e o deixe ao lado dos cartazes.

































Atividade: A Pescaria
No caminho da roça sempre tem um rio ou um riacho, onde se pode pescar.

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa;
Objetivos: desenvolver a matemática e a coordenação motora;

Observação:Os peixes deverão ser feitos de rolinhos de papel higiênico,
Materiais: rolinho de papel higiênico, papel dobradura, tesoura, cola quente, varinha, barbante, anzol (não sei como pode ser feito). O peixinho receberá um número. Deverá ser colocado em um recipiente, pode ser uma grande caixa, ou um lago feito de papel (colocado no chão) porque o certo é evitar água.

1. Cada criança do grupo pescará um peixinho;
2. Os valores serão somados;
3. Ganha o grupo que fez mais pontos de pescaria.




















Atividade: As frutas
No caminho da roça tem árvores frutíferas, mas as frutas caíram e se misturaram. É preciso separar as frutas para que possam ser feitos doces para a nossa festa junina.
Faixa etária: 5 a 8 anos de idade
Conteúdo: Lógica- matemática
Objetivos: desenvolver o raciocínio lógico e o relacionamento interpessoal.
Material: EVA, tesoura, pincel, caixa de sapato, cola, papel dobradura

As frutas serão feitas de EVA: goiaba, jabuticaba, amora, maçã, pêssego e as cestas de frutas serão feitas de caixas de sapatos.

1. Serão misturadas e colocadas no chão ;
2. Os grupos deverão separar as frutas e colocar em cestas.


Atividade: Desafio: encontre o caminho
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Lógico-matemática
Objetivos: demonstrar habilidade para encontrar soluções lógicas e desenvolver a inteligência espacial ;
Material: papel pardo, pincel, papel cartão, cola

Atividade: O caminho
Faça um painel com vários caminhos a ser seguido, no início do caminho desenhe ou cole um casal caipira e no final do caminho faça o desenho ou cole uma figura de um arraial. Faça também várias setas de papel cartão, que dêem para mostrar o caminho escolhido pelo grupo.

1. Coloque o caminho numa mesa grande;
2. Os grupos descobrir qual caminho deverá ser seguido pelo casal caipira.





Atividade: A quadrilha junina
Quando se fala em Festas Juninas nos lembramos da vida no campo. Na quadrilha junina, ele também citado, o caminho da roça.
Aqui vamos tornar esse caminho da roça também do aprendizado!

Objetivo

Usar diversas habilidades a fim de desenvolver inteligências e trabalhar os conteúdos.


Desenvolvimento da atividade:
1. Será feito na sala de aula ou no pátio da escola o caminho da roça e do aprendizado com atividades de coerência e formação de palavras, como um circuito;
2. A classe será dividida em grupos;
3. Cada grupo terá o seu tempo para fazer o caminho da roça e do aprendizado, uns 10 min, ou 2 minutos por atividade;
4. O professor usará o apito para avisar o término do tempo;
5. Ganha o grupo que conseguir resolver tudo e fazer mais pontos na atividade da pescaria, dessa forma poderá ter mais de um grupo vencedor.


Atividade: As setas

Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa;
Objetivos: desenvolver a escrita e o relacionamento interpessoal;
Materiais: EVA, velcro, tesoura, cola quente.


1. As setas serão feitas de EVA;
2. Em cada seta é colado uma tira de velcro
2. As letras serão feitas de EVA , sobre um retângulo também de EVA, atrás delas serão colados velcro
3. Em cada seta tem uma palavra (escola, casinha, arraial), mas o professor embaralhará as letras, mas não misturará as setas, isto é, as palavras de uma seta para outra.
4. Os grupos deverão descobrir quais são as palavras das seta, colocando-as em ordem na seta.







Atividade: Correio elegante
Faixa etária: 8 anos a 11 anos de idade
Objetivos: desenvolver a escrita, coordenação motora e o relacionamento interpessoal
Conteúdo: Língua Portuguesa
Materiais: papel dobradura vermelho


1. Cada aluno escreverá uma frase positiva;
2. O correio elegante será entregue para professores e funcionários da escola, porque é uma forma de agradecer o carinho e a dedicação de todos.

Veja passo a passo como fazer o coração de dobradura:





















Atividade: Show de calouros dos chapéus

Faixa etária: 6 anos a 11 anos de idade
Objetivos: desenvolver a criatividade
Conteúdo: Arte e Língua Portuguesa
Materiais: chapéu de palha, cola quente, TNT preto, papel dobradura.








1. Será feito um fantoche de chapéu de palha, será uma carinha no chapéu de palha, isso é, serão colados olhos, boca, bigode.
2. O chapéu também poderá ser enfeitado com fita quando for carinha feminina e bigode quando for carinha masculina;
3. Os alunos deverão apresentar uma história, pode ser um causo caipira.















Atividade: As fitas
Na região sul a dança das Fitas é uma tradição. A coreografia principal é o trançado. Possui um mastro enfeitado com flores e guirlandas e com fitas coloridas.
Faixa etária: 5 anos a 7 anos de idade
Objetivos: o relacionamento interpessoal.
Conteúdo: Educação Física.
Materiais: metalóides- azul, vermelho- amarelo.

1. Cada aluno receberá 50 cm de metalóide, o professor deverá formar pares de cores, podendo repetir os pares;
2. A atividade iniciará numa grande roda e com uma música de Festa Junina;
3. O professor pedira que formem pares com alunos que possuem a mesma cor de fita;
4. Os alunos ficarão um de frente para o outro, segurando as fitas, como se formassem uma ponte;
5. O professor pedirá que formem trios, citará as cores do trio;
6. Várias ordens de formação serão dadas, sempre ressaltando as cores, o aluno que não conseguir entrar numa formação, algumas vezes alguns alunos ficarão fora da formação.


Atividade: Alfabeto caipira

O sentido de "festa" se amplia, sobretudo com a musicalidade e com as danças. As quadrilhas juninas na escola são ótimas para desenvolver o relacionamento interpessoal.
Aproveite esse momento e faça uma dança diferente!

Faixa etária: 6 anos a 10 anos de idade
Objetivos: desenvolver a escrita e o relacionamento interpessoal.
Conteúdo: Língua Portuguesa e Educação Física.
Materiais: música Balãozinho.
1. Cada aluno recebe, nas costa, uma letra do alfabeto numa escrita numa folha sulfite e fixada com uma fita adesiva;
2. O professor deverá ficar atento para que tenha as letras que serão pedidas nas palavras, por isso as letras podem ser repetidas;
3. Escolhe uma música de festa junina, aqui vamos exemplificar com a música balãozinho;
4. Forma-se se uma grande roda, o professor vai fazendo o comando da quadrilha, mas antes de falar a palavra, pedirá que formem a grande roda, vai ser o sinal para turma se preparar porque será pedido uma formação de palavra;
5. A palavra pedida deverá fazer parte da música e neste momento a música pára.
6. Após a formação da palavra por alguns alunos no centro da grande roda a música volta e reinicia a quadrilha;
7. Veja as palavras que podem ser pedidas:
BALÃOZINHO
Venha cá, meu balãozinho.
Diga aonde você vai.
Vou subindo, vou pra longe,
vou pra CASA dos meus PAIS.
Ah, ah, ah, mas que bobagem.
Nunca vi BALÃO ter pai.
Fique quieto neste canto
e daí você não sai.
Toda MATA pega FOGO.
Passarinhos vão morrer.
Se cair em nossas matas,
o que pode acontecer.
Já estou arrependido.
Quanto mal faz um balão.
Ficarei bem quietinho,
amarrado num CORDÃO.

Faça uma roda do aprendizado com o tema soltar balão, debata com os alunos porque é proibido soltar balões.


Atividade formação de palavras
Faixa etária: 8 a 11 anos de idade
Conteúdo: Educação Física
Objetivos: desenvolver a escrita e o relacionamento interpessoal
Materiais: folhas sulfites, pincel.

1. Divida a classe em grupo;
2. Entregue para cada grupo letras da frase Casamento caipira no arraial, escritas em quadradinhos de folha sulfite, mas não deverão saber a frase usada;
3. Cada grupo de verá formar palavras com as letras dadas, poderão usar cada letra uma vez;
4. O professor verificará qual grupo formou mais palavras;
5. Após a verificação, os grupo de deverão descobrir a frase que as letras pertencem, a pista será a apresentação da tela O casamento de Cândido Portinari.


Atividade: A trilha caipira

Hora de movimentar o corpo, cumprindo atividades em grupo.
Faixa etária: 8 a 11 anos de idade
Conteúdo: Educação Física
Objetivos: desenvolver o relacionamento interpessoal.
Materiais: folhas sulfites, pincel, fita adesiva, papel cartão, dado.

1. A atividade deverá ser feita no pátio da escola;
2. Uma trilha será feita com papel cartão, do tamanho de uma folha sulfite, cada folha receberá um número, que serão de um a 20.
3. Em quatro casas os participantes serão informados para voltar duas ou três casas.
4. Serão feitas folhas tarefas para de 1 a 20;
5. As folhas tarefas serão fixadas pelo professor em vários lugares da escola;
3. A classe será dividida em grupos;
4. Um participante de cada grupo jogará o dado para saber qual casa irá marcar;
5. Conforme o número indicado, o grupo deverá procurar a folha tarefa;
6. A tarefa será apresentada ao professor pelo grupo, porque todos alunos do grupo deverão cumprir;
7. Após cumprir a tarefa o grupo joga de novo o dado para saber quantas casas deve seguir;
8. Ganha o jogo quem chegar primeiro no final da trilha.

Tarefas:

- Fazer o caracol da quadrilha junina;
- Fazer o túnel da quadrilha junina;
- Fazer o balance da quadrilha junina;
- Fazer o cumprimento da quadrilha junina;
- Cantar uma música junina;
- Imitar uma fogueira junina;
- Imitar uma pessoa subindo num pau de sebo;
- Trocar de sapatos entre os integrantes do grupo;
- Fazer o pequeno galope da quadrilha junina;
- Fazer a grande roda da quadrilha junina à esquerda e à direita;
- Tocar uma sanfona;
- Fazer uma grande roda em volta do professor;
- Fazer o trenzinho da quadrilha junina;


As brincadeiras
As festas juninas escolares promovem uma confraternização que nenhuma outra data consegue realizar, porque as brincadeiras são muitas: argola, corrida do saco, rabo do burro...

Atividade: Argolas
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa, Educação Física e Movimento;
Objetivos: desenvolver a escrita e a coordenação motora;
Materiais: latas de achocolatados ou leite em pó, cola, folha sulfite, pincel, argolas.

As latas serão cobertas na parte central com folhas sulfite, para isso faça uma tira larga de folha sulffite e cole sua pontas, em cada tira, lata, coloque uma sílaba;
Escolha sílabas que possam formar palavras de elementos que tem na Festa Junina.

1. A classe será dividida em grupos iguais;
2. Cada aluno jogará a argola uma vez;
3. Conforme os alunos acertam as argolas, deverão formar alguma palavra.

O casamento caipira

Nas Festas Juninas sempre têm o casamento caipira, é uma tradição. Portanto não poderia faltar no projeto.

Atividade: casamento caipira

Primeira etapa do casamento caipira
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Arte
Objetivos: desenvolver a criatividade, desenvolver a compreensão oral e auditiva.
Materiais: uma figura com a cena de um casamento, folha sulfite, lápis preto.
Indicamos para esta atividade a tela O casamento de Cândido Portinari.

1. Um aluno da classe irá passar os detalhes da figura para que os outros alunos possam desenhar a figura, mas só poderá responder o que for perguntado a ele.
2. Os demais alunos irão desenhar conforme e entendem a orientação.
3. Após todos desenharem a figura será mostrada;
4. O professor questionará se a classe achou fáceis as orientações e se os alunos acreditam que souberam perguntar.

Segunda Etapa da atividade casamento caipira
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa e Arte
Objetivos: desenvolver a escrita, a coerência e a interpretação.
Materiais: uma figura com a cena de um casamento e folha sulfite.
Indicamos para esta atividade a tela O casamento de Cândido Portinari
1. Será apresentada aos alunos a tela de Cândido Portinari O casamento;
2. Após a leitura da tela, a classe será dividida em grupos;
3. Cada grupo fará a sequencia do casamento num texto, veja o modelo com o tema Festa Junina
Festa Junina
A chegada
A música
A fogueira.
As barracas
Os doces
O pau de sebo.
O correio elegante.
A leitura.
A dança
O balancê
As brincadeiras.
A despedida.
Os fogos.
4. Faça o mesmo com o tema Casamento caipira.


Atividade: O bigode

Faixa etária: 5 a 11 anos de idade
Conteúdo: Educação Física e Movimento;
Objetivos: desenvolver a Inteligência cinestésico corporal
Materiais: EVA, cola quente, velcro, tesoura, tira de TNT preto.

Faça um rosto de caipira, onde é para colocar o bigode, coloque o velcro.
Os bigodes serão feitos separadamente e terão velcro também.

1. A classe será dividida em grupos;
2. Cada grupo irá orientar um integrante da sua equipe para colocar o bigode no lugar correto.
3. O aluno que irá colocar o bigode na figura, deverá estar com os olhos fechados e vendados com TNT preto.













Atividade: Doces caipiras
Nas festas juninas os doces são variados e não podem faltar no caminho da roça.
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa;
Objetivos: desenvolver a escrita;
Materiais: EVA, velcro, tesoura, cola quente.
1. Será feito um cartaz com uma panela e na fumaça terá palavras, que formam nome de doces.
2. Esse cartaz será feito de feltro e as palavras em tiras de EVA com velcro colado atrás delas, para que possam ser fixadas no feltro.
3. As palavras
MAÇÃ PÉ ABÓBORA DE DOCE DE DOCE LEITE DOCE ARROZ DO MILHO ALGODÃO DOCE DE AMENDOIN DE CURAU FUBÁ BOLO DE AMOR PAÇOCA
Resposta:
MAÇÃ DO AMOR
ALGODÃO DOCE
DOCE DE LEITE
PÉ-DE- MOLEQUE
CURAU DE MILHO
BOLO DE FUBÁ
DOCE DE ABÓBORA
DOCE DE LEITE
PAÇOCA DE AMENDOIM
1. A resposta poderá estar dentro de um envelope, fixado ao lado do painel de feltro.
Desenvolvimento da atividade
1. O professor fixa o feltro na parede e coloca as letras numa mesa ao lado do painel;
2. Os alunos deverão formar nome compostos de doces.























FESTA
Agora no projeto o tema central será a festa. Chegou o momento mais animado, a festa, com muitas danças e mais trabalhos em grupo.

As fogueiras
As fogueiras, nas festas juninas, têm formas diferentes. Elas também servem para purificação do local. Aqui servirão de painel da aprendizagem.

Atividade: Ditados populares
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Língua Portuguesa e raciocínio lógico
Objetivos: demonstrar habilidade para encontrar soluções lógicas e desenvolver a inteligência interpessoal.
Material: cartolinas, cola, tesoura, pincel.
1. Será feito um cartaz com uma grande fogueira e nela terá 2 ditados populares,
- 6 a 8 anos de idade: as letras das palavras estarão embaralhadas;
- 9 a 10 anos de idade: só as palavras estarão embaralhadas.

Ditados:
“Nem tudo que reluz é ouro”.
“Água mole pedra dura tanto bate até que fura”.
2. Várias frases com as palavras do ditado serão formadas e colocada numa mesa ao lado do cartaz, para que os alunos identifiquem a correta, ou será deixado uma folha sulfite numa mesa ao lado do cartaz para que os alunos escrevam os ditados que encontraram.












Atividade: Os anúncios

Toda Festa Junina tem cartazes informativos sobre as barracas. No projeto eles serão usados exercitar o uso do m e do n

Faixa etária: 6 anos de idade a 10 anos
Objetivos: desenvolver a escrita e o relacionamento interpessoal
Conteúdos: Língua Portuguesa
Materiais: cartolina, pincel.

1. Faça cartazes de cartolina com anúncios, e nas palavras deixe um espaço, onde é para usar m ou n;
2. Escreva m ou n e quadrados de cartolina, coloque uma fita adesiva atrás para que possam ser fixados para completar as palavras.
3. Divida a classe em grupos, cada grupo pode ser responsável por uma quantidade de cartaz.

Atividade:Criando uma fogueira
Faixa etária: 6 a 11 anos de idade
Conteúdo: Lógica e Arte
Objetivos: demonstrar habilidade para encontrar soluções lógicas e desenvolver a inteligência interpessoal, a criatividade e a coordenação motora
Material: palitos de sorvete

1. A classe será dividida em grupos;
2. Cada grupo irá formar uma fogueira com palitos de sorvete. O que vale nesta atividade é a criatividade.

4 comentários:

  1. Uma sugestão melhor que a outra. Fica até difícil escolher... Adorei seu blog, estou te seguindo..Visite o meu tbém...
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. ÓTIMAS SUGESTÕES,VOU FAZER ALGUMAS NA FESTA DA MINHA ESCOLA.
    BEIJO!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Adorei as dicas e vou aproveitar algumas. Depois conto como foi a festa!!

    ResponderExcluir