Centro de Relacionamento Intrapessoal, Interpessoal e Aprendizagem

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Cursos ministrados pela profª. Sheila Blasques Nobile

Cursos para a Secretaria Municipal de Educação- Professores, Monitores, Auxiliares de sala, Coordenadores e Diretores:

Ø Desenvolvimento Infantil – Educação Infantil

Ø Criatividade na sala de aula - O lúdico como ferramenta importante na aprendizagem infantil (com oficinas)- I, II e o III – Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Jogos e brincadeiras na sala de aula- Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Projeto leitura (com oficinas)- Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Produção textual-redação escolar-Ensino Fundamental (com oficinas)- Ensino Fundamental

Ø Desenvolvimento de trabalhos com Projetos em sala de aula e múltiplas inteligências (com oficinas)- Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Signos e Significado- Desenvolvimento Interpretativo (textos, imagens, folder, propaganda, filme, fotografia- (com oficina)- Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Relacionamento interpessoal e intrapessoal- trabalho em equipe e autoconhecimento- Educação Infantil e Ensino Fundamental e Funcionários (auxiliar geral, merendeira, jardineiro, motorista, inspetor de aluno, auxiliar administrativo, secretario, monitore, professor, coordenador pedagógico e diretor de escola.

Ø Avaliação escolar- com oficinas reflexivas- Educação Infantil e Ensino Fundamental.

Ø Desenvolvimento das múltiplas inteligências-com atividades a fim de estimular os meridianos que atuam, a fim de que eles se comunicam e também estabelecem habilidades e competências conforme as inteligências múltiplas- Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Planejamento escolar- com oficinas- Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Comunicação verbal na sala de aula- ênfase em ensino aprendizagem- com oficinas Educação Infantil e Ensino Fundamental;

Ø Literatura infantil – a criatividade de contar história como ferramenta no aprendizado;

Ø Ética- desenvolvimento da ética na sala de aula (Ensino Fundamental)

Ø Contação de história- Literatura infantil como ferramenta de aprendizagem Educação Infantil e Ensino Fundamental

Ø Jogos para alfabetizar- correspondência grafofônica, sílabas, letras, alfabeto, palavras. Educação Infantil e Ensino Fundamental (séries iniciais)


Cursos para Educadores do Ensino Médio

 Produção textual-redação escolar (com oficinas)
 Desenvolvimento de trabalhos com Projetos em sala de aula e múltiplas inteligências (com oficinas).
 Signos e Significado- Desenvolvimento Interpretativo (textos, imagens, folder, propaganda, filme, fotografia- (com oficina)
 Relacionamento interpessoal e intrapessoal-trabalho em equipe e autoconhecimento.
 Desenvolvimento dos quadrantes- desenvolvimento do perfil profissional;
 Comunicação verbal na sala de aula- ênfase em ensino aprendizagem- com oficinas.


Cursos para funcionários da Secretaria Municipal de Educação e Prefeitura Municipal


Ø Motoristas de transporte escolar: Curso Condutores educadores- conduzir criança, alunos, é coisa séria! (não é um curso sobre leis do trânsito, mas sim sobre comportamento, atitudes e relacionamento)

Ø Auxiliares de limpeza, jardineiros, auxiliares de classe, monitores, motoristas, inspetores de alunos, oficiais de secretarias, escriturários, secretários, bibliotecários, professores, coordenadores e diretores- Curso Relacionamento Intrapessoal e Interpessoal

Ø Auxiliares de limpeza, jardineiros, auxiliares de classe, monitores, motoristas, inspetores de alunos, oficiais de secretarias, escriturários, secretários, bibliotecários, professores, coordenadores e diretores: Curso Comprometimento no trabalho, habilidades e atitudes que fazem a diferença

Ø Auxiliares de limpeza, jardineiros, auxiliares de classe, monitores, motoristas, inspetores de alunos, oficiais de secretarias, escriturários, secretários, bibliotecários, professores, coordenadores e diretores: Curso Motivação- Humanização

Ø Coordenadores, Diretores e Supervisores- Curso de liderança- desenvolvimento e estratégias



Observação: Temos também cursos à distância para professores, sendo 3 cursos com carga horária de 120 horas, 1 curso de 60 horas e 1 curso de 40 horas. O professor recebe o material pelo correio. Dessa forma, estuda, faz as atividades e avaliações em casa. Maiores informações por e-mail: criia@bol.com.br



Observação: Realizamos também oficinas de contar história, de motivação; produção textual; interpretação; psicomotricidade (essas oficinas fazem parte de alguns cursos acima, mas podem ser ministradas separadamente e com carga horária menor).


Cursos para alunos
- Redação escolar preparatório para vestibular;
- Redação escolar- produção textual- alunos do Ensino Fundamental II;
- Como interpretar textos- vestibulandos;
- como interpretar textos - alunos do Ensino Fundamental II;
- Oficina de contar histórias- 5 anos a 11 anos de idade;

Treinamentos vivenciais para empresas

Comunicação verbal
Comunicação verbal e criatividade;
Criatividade- Você é criativo?;
Relacionamento intrapessoal e interpessoal;
Comunicação verbal- atendimento ao público;
Comunicação verbal- vendas;
Comunicação verbal liderança;
Motivação;
Desenvolvimento da Comunicação Verbal através de DG
Desenvolvimento de trabalhos com projetos;
Oficinas de vendas;
Marketing pessoal.
Desenvolvimento do perfil profissional- autoconhecimento;
Inteligência emocional na empresa;
Criatividade no desenvolvimento da equipe;
Liderança - desenvolvimento e estratégia.

Centro de Relacionamento Intrapessoal, Interpessoal e Aprendizagem-CRIIA

Centro de Relacionamento Intrapessoal, Interpessoal e Aprendizagem, foi criado no ano de 1998 a partir da problematização surgida com a nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB nº 9.394/96), onde no artigo 87 fica definido que os profissionais da educação devem se capacitar e especializar na área educacional constantemente e obrigatoriamente, utilizando para isso programas de capacitação.

Atualmente atende Secretarias Municipais (de Educação, da Saúde, da Administração e Social), Instituições escolares e Empresas com assessorias, capacitações, elaboração de planos e projetos, processo seletivo e concurso público.

O porquê de ter capacitação de formação continuada:
O mundo está passando por mudanças significativas em todos os seguimentos que o compõe.
A Educação tem buscando se posicionar frente a estas transformações, repensando seu papel, sua forma de atuação e sua responsabilidade para a formação de seres conscientes.
Muitas novidades já foram assimiladas pelos educadores e tantas outras se encontram colocadas como objetos de sua reflexão. Todo processo de mudança impõe a necessidade de se confrontar modelos conhecidos a novas propostas, gerando a construção de um conhecimento que requer o desenvolvimento de novas habilidades e atitudes


Objetivo dos cursos do CRIIA
Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes coerentes com os paradigmas educacionais da atualidade.

Objetivos das capacitação do CRIIA
- Contribuir para a construção de práticas e teorias de formação;
- Analisar as possibilidades pedagógicas através de oficinas vivenciais com os educadores;
- Aprofundar os conhecimentos sobre o desenvolvimento humano e sobre a didática dos professores, discutindo e refletindo sobre o ensino-aprendizado.
- Viabilizar estratégias de ensino que busquem contemplar o desenvolvimento.

Benefícios à Instituição Escolar:

Melhoria da qualidade de ensino no desenvolvimento do educando.

SERVIÇOS DO CRIIA


SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO

Palestras;
Cursos de capacitação para professores presencial;
Cursos de capacitação para professores a distância;
Curso de capacitação para funcionários;
Processo Seletivo;
Plano Municipal de Educação;
Projetos;
Planos;
Assessoria Pedagógica;
Assessoria de relacionamento intrapessoal e interpessoal;
Desenvolvimento do Perfil Profissional.

ESCOLAS:
Palestras;
Oficinas para professores e para alunos;
Cursos de capacitação para professores presencial e funcionários;
Curso de capacitação para funcionários;
Processo Seletivo
Projetos;
Planos;
Assessoria Pedagógica;
Assessoria de relacionamento intrapessoal e interpessoal;
Desenvolvimento do Perfil Profissional.

SECRETARIAS DE SAÚDE, SOCIAL E ADMINISTRAÇÃO
Palestras;
Projetos;
Elaboração de planos de trabalhos;
Assessoria de Gestão de pessoas;
Desenvolvimento do Perfil Profissional.

EMPRESAS

Processo seletivo através do perfil profissional;
Elaboração de projetos de trabalhos;
Elaboração do Plano de carreira;
Treinamentos;
Assessoria empresarial- gestão de pessoas

domingo, 13 de setembro de 2009

Fotos de alguns cursos de capacitação- Galeria de imagens





























Fotos de alguns cursos:









Curso em Alvinlândia - 1º. de abril de 2010



Tema: Desenvolvimento Infantil



para os professores, monitores e funcionários da Educação Infantil e da Creche














Curso em Florínea nos dias 9 e 10 de fevereiro de 2010
Tema: Desenvolvimento de trabalhos com projetos em sala de aula para os professores e monitores da Edcucação infantil e do Núcleo de Projetos







Curso em Alvinlândia nos dias 8 e 11 de fevereiro



Tema: Planejamento Escolar



para os professores do Ensino Fundamental e Educação Infantil











Curso para os professores e funcionários da Secretaria Municipal de Educação de Alvinlândia


em julho de 2009


Tema: Relacionamento Intrapessoal e Interpessoal



























Curso no Congresso Brasileiro de Criatividade, Gestão de pessoas e RH em Recife- setembro de 2008















Curso para os professores do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Manduri















Curso para os professores da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Piraju
Turma 1











Curso para os professores da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Piraju






Turma 2







Curso em Lutécia para os professores da Rede Municipal de Ensino - Julho de 2009












Curso na Distribuidora Menegazzo- distribuidora AmBev- Avaré









Curso em Cruzália para os professores da Rede Municipal de

Ensino









Curso em Manduri para os funcionários da Rede Municipal de Ensino



Curso em Ocauçu para os professores da rede Municipal de Ensino








Curso em Presidente Alves para os professores da Rede Municipal de Ensino







Oficina de contar história com os alunos do Colégio Objetivo Santa Cruz




A oficina de contar história foi realizada pela professora
Sheila Blasques Nobile,

no dia 12 de setembro, no Colégio Objetivo com alunos do
Ensino Fundamental
















Contar história pode ser divertido e prazeroso,
estimulando assim o hábito da leitura



O uso da literatura infantil em sala de aula propicia o questionamento dos valores em circulação na sociedade (ZILBERMAN, 1985, p. 100), desencadeia o alargamento dos horizontes cognitivos do leitor. A Literatura sintetiza, por meio dos recursos da ficção, uma realidade que tem amplos pontos de contato com o que o leitor vive cotidianamente.






É, também, a partir da interação social, da qual a linguagem é expressão fundamental, que a criança constrói sua própria singularidade. É usando a linguagem para inferir, generalizar, predizer, avaliar, tudo isso em um contexto social, político e econômico, que o indivíduo torna-se capaz de atuar num mundo em constantes transformações.




Porque trabalhar com a literatura infantil na escola requer que esta literatura contribua para a formação moral e ética da criança, onde promove o desenvolvimento intelectual e emocional, despertando a criatividade, autonomia e criticidade. Assim sendo, o ensino da literatura infantil deve ser guiado por essa perspectiva.







As histórias mostram à criança que as pessoas são diferentes e que cabe a nós fazermos nossa opção de vida. Ensinam a enfrentar os problemas acreditando na vitória do bem: o obstáculo enfrentado e vencido nos fortalece para enfrentarmos novos obstáculos. Ajudam a criança a abandonar sua condição de dependência infantil e a crescer com mais confiança interior. Sabemos que a história desperta a curiosidade para prender a atenção da criança. Mas, mais que isso, ela estimula a imaginação e trabalha as emoções para poder enriquecer a vida.


Contudo, essa vivência infantil só será possível se o educador conseguir ativar na criança suas fantasias e seus jogos simbólicos, para que ela possa elaborar os conteúdos contidos na obra. Não se esquecendo que a interação e a participação da criança será sempre relativa ao seu desenvolvimento e a sua capacidade de raciocínio (Penteado 1998).

Dessa forma, escola precisa ter propostas alternativas de trabalho com leitura, desenvolver projetos de leitura e hora do conto. Tendo em vista que as práticas de leitura escolar, não nascem do acaso nem do autoritarismo ao nível da tarefa, mas sim de uma outra programação envolvendo e devidamente planejada, que incorpore, no seu projeto de execução, as necessidades, as inquietações e os desejos de alunos-leitores. Simplesmente 'mandar o aluno ler' é bem diferente do que envolvê-lo significativa e democraticamente nas situações de leitura, a partir de temas culminantes.




Referências blibliográficas
JOLIBERT, J. ( org) Formando Crianças Leitoras. Tradução Bruno C. Magne. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994

LAJOLO Marisa & ZILBERMAN Regina. A formação da leitura no Brasil. São Paulo: Ática, 1996.
_________________________ A leitura rarefeita - livro e literatura no Brasil. São Pauto, Edit. Brasiliense, 1991.

MEIRELES, Cecília. (1984). Problemas da Literatura Infantil. Rio de
Janeiro: Nova Fronteira.



PENTEADO, Heloísa Dupas. Pedagogia da Comunicação Teorias e Prática. São Paulo:Cortez, 1998.



ZILBERMAN, Regina. A Literatura Infantil na Escola. São Paulo: Global, 1987.
UNESCO. Disponível em ///http www. unesco.gov.br






Uma atividade feita na oficina
Esta é 10! Os alunos adoram!


História do Pirata : historia e psicomotricidade.


A sala irá ao pátio ou a quadra da escola. A professora pedirá que façam uma grande roda.
Explicará que irá contar uma historia e os alunos imitarão a fala e os gestos.
Começa a história- “ Que horas são? (olha no relógio) 4 horas, vou passear. (anda) Oi, quer passear de barco comigo. Não. Tudo bem, eu vou sozinho . (anda, entra no barco, rema, olha para o céu. Que dia lindo! Nossa, uma ilha, nunca vi essa ilha aqui. Vou até lá. ( rema, desce do barco)Que lugar lindo. AHHHHHHHHHHHHHH! (grita) Uma cobra. Ah. Não é perigosa. Uma caverna. Vou entrar. (anda) Que escura. Vou acender um fósforo. (acende o fósforo). Uma tocha. Vou acender. (acende a tocha) AHHHHHHHHHHHHHH
HHHHHH! (grita) Um tesouro!!!!! Vou levar (pega tudo e coloca na roupa). Um livro. Ah! Não vou levar.(Pega o livro) Pensando bem. Vou levar (coloca dentro da blusa.) ( põe a mão no ouvido) Que barulho é esse. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!! Um pirata!!!!!!!!!O tesouro é dele!!!!!!!!!!!!!!! (corre, entra no barco, rema, desce do barco, corre, entra na casa) Ufa! Que canseira! O pirata não conseguiu me seguir. (olha para a cama) Ah! Minha cama, vou deitar, nem vou tirar o tesouro. (dorme).TOC, TOC, TOC. (acorda) Quem será? Não vou atender. TOC.TOC TOC. Pensando bem , vou atender. (abre a porta) AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH! (grita) O pirata. (acorda, olha para as roupas) Ué cadê o pirata e o tesouro? AH! Era um sonho. (sente algo dentro da blusa) Ah! O livro que estava lendo à noite, antes de dormir A história do tesouro do pirata. Era um sonho!

Adorei fazer essa oficina!

Obrigada Professora Maura Catalano Silva pelo carinho.

Bjs
Sheila Blasques-CRIIA

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Jogos e brincadeiras na Educação Infantil

A vida escolar é regida normas, dessa forma, brincar na escola não é a mesma coisa de brincar em casa ou num parque. Por isso, os jogos tem objetivos bem definidos quando ocorrem na escola, pois é uma estratégia para a construção do conhecimento e ao desenvolvimento da criança. O lúdico é uma ferramenta muito importante na pré-escola, E dos 4 aos 6 anos de idade a criança precisa de atividades que a ajudam a desenvolver habilidades para resolução de problemas, socialização e que desenvolvam a criatividade.


Atividades

1. Objeto misterioso
Idade a partir e 5 anos
Disciplina: Comunicação e expressão e Artes
Objetivos: desenvolver a criatividade, a expressão oral, explorar o sentido tátil
Disciplina: Lógica
Material: 1 m de TNT preto, objetos diversificados (bola, boneca, argola, apagador, esponja de aço

1. Coloque o TNT por cima do objeto, segure para que as crianças não o vejam;
2. As crianças palparão o objeto, mas com o TNT cobrindo-o, e deverão dizer o que está por baixo do tecido.



2. A sopa
Idade: acima de 5 anos
Objetivos: desenvolvimento da escrita, trabalhar o alfabeto
Disciplina: Comunicação e expressão

Material: letras do alfabeto de EVA ou de papel, uma panela grande, uma colher.

Preparando a atividade:

1. Divida a sala em grupo;
2. Entregue para Ada grupo letras do alfabeto;
3. Use uma panela grande com uma colher


Desenvolvimento

1. Explique que será feito uma sopa, e que os alunos escolherão os ingreditentes conforme for sendo pedido;
2. A professora pedirá os ingredientes: “Eu preciso de ingredientes que iniciam com a letra A (por exemplo).”
3. Um aluno de cada grupo colocará a letra pedida na panela e dirá qual ingrediente representa, por exemplo: A= arroz; M= milho
4. Todos ingredientes que são alimentos serão aceitos;
5. Nessa atividade surgem dúvidas com a escrita de certos ingredientes como chuchu, jiló.
6. Ganha a brincadeira, quem usar todas as letras.


3. Apresentação da negação

Idade: a partir de 5 anos
Disciplina: Lógica e comunicação e expressão
Objetivos: desenvolver o raciocínio lógico e a comunicação verbal.
Materiais: nenhum

Desenvolvimento
1. Divida a classe em duplas;
2. As crianças deverão se apresentar para as suas duplas, mas usando a negação:
“ Eu não sou alta.”
“ Eu não tenho cabelos pretos.”
“ Eu não sou mau aluna.”
“ Eu não sou teimosa.”
“ Eu não uso óculos.”
“ Eu não gosto da cor.............”

4. Se alguma criança errar a apresentação, dizendo “eu sou” , ou falando uma característica que compromete uma negação anterior, sairá do jogo.
5. A atividade será feita em 3 rodas sendo que na primeira forma-se duplas, na segunda trio e na terceira um quarteto.


4. Interpretando a música.

Idade: acima de 5 anos
Disciplina: Comunicação e expressão e Arte
Objetivos: desenvolver a criatividade e estimular a audição musical
Materiais: cartolina, lápis de cor, Cd com músicas infantis, aparelho para tocar o CD.


Desenvolvimento
1. Divida a classe em grupos ou em duplas;
2. Cada grupo recebe uma cartolina e duas caixas de lápis de cor;
3. Coloque trechos de músicas,
4. Em cada trecho o grupo escolherá um desenho que será feito na cartolina, representando a música, pode ser algo que foi cantado na música.
5. Ao término da atividade os grupos apresentarão os desenhos para que os colegas identifiquem a qual música pertence, ganha o grupo que teve mais desenhos identificados, dessa forma poderá ter vários ganhadores.



5. Associação

Idade: acima de 5 anos
Disciplina: Comunicação e expressão e Arte
Material: figuras diversas, mas pares: 2 cachorros, 2 bananas, 2 chuveiros, 2 palhaços, 2 carros, 2 bolas, 2 petecas, fita adesiva.


Desenvolvimento

- Faça um circulo, no pátio, ou na quadra;
- Cada criança recebe uma figura, depois que o aluno ver a figura, ela será fixada nele com uma fita crepe, mas com a figura virada, porque os demais alunos não poderão vê-la;
- Os alunos deverão ir para o meio da roda, fazendo a mímica e o som da figura que recebeu;
- Deverão ao mesmo tempo procurar o seu par;
- Quando encontrar não poderá falar qual figura representa e nem mostrar a figura que recebeu.;
- Os pares sairão do meio do circulo;
- após todos encontrarem seus pares, deverão mostrar a mímica que fizeram e também a figura que representaram.






















6. BINGO ANIMAIS

Idade: acima de 5 anos.
Disciplina: Natureza e sociedade
Objetivos: Desenvolver o raciocínio e o conhecimento das características dos animais.
Material: sulfite, figuras de animais, cola, tesoura

Preparando a atividade

- Faça cartelas cartela tem 5 animais e 2 quadrinhos para cada animal. Cada quadrinho corresponde a uma característica, se a característica corresponder a mais de um animal, a criança marca os animais que tem a mesma característica.
Exemplo: tem bico – o passarinho tem bico, o galo tem bico, o pato tem bico- então todos serão marcados.






Ganha quem completar a cartela.

Jogos e brincadeiras na Creche

O brincar é mágico, encanta as crianças e fornece sublimes lembranças!

O brincar faz parte do universo infantil, porque a criança é naturalmente lúdica. Por isso, desenvolver um trabalho na escola com jogos e brincadeiras favorece a aprendizagem, porque é uma estratégica muito bem aceita pelos alunos. Na escola os jogos e brincadeiras devem alternar-se com aulas expositivas e constituem um excelente instrumento porque além de serem utilizados para fixação de conteúdos, é uma estratégia que leva o aluno a enfrentar situações conflitantes relacionadas com o seu cotidiano escolar e social, pois favorecem a formação da personalidade, desenvolvem a interação, a imitação, a atenção, a imitação, a memória, a imaginação e a socialização. Dessa forma, os jogos e brincadeiras na escola não podem ser reduzidos aos quinze minutos de recreio. Grandes teóricos como Rousseau, Froebel, Dewey, Piaget e Vygotsky confirmam a importância do lúdico para a educação da criança. Portanto os jogos na escola não pode ser considerado uma prática supérflua, com a justificativa que é uma perda de tempo, ao contrário ocupa lugar de extraordinária importância na educação escolar. Portanto, os alunos através de jogos e brincadeiras compreendem e aceitam formas e padrões de comportamento social e pessoal; e também a ter autoconfiança; a resolver novas situações, pois aplica os conhecimentos e habilidades adquiridas. O lúdico é um instrumento facilitador para a construção do conhecimento do aluno.


CRECHE
A creche precisa possibilitar que a criança manipule diversos tipos de material concreto, para que permita a formação de conceitos práticos dos objetos que a cercam. 0 a 2 anos de idade As atividades na faixa etária de 0 a 2 anos se baseiam principalmente na experiência imediata através dos sentidos, faz-se jogos de exercício que são aqueles em que a criança repete uma determinada situação por puro prazer e por gostar dos seus efeitos.

Atividades 1. O nomes
idade: a partir de 4 meses.
objetivos: reconhecer o próprio nome

Desenvolvimento da atividade
1. Cante músicas na qual possa colocar os nomes das crianças, como: “Se Eu Fosse um Peixinho”, “A Canoa Virou”, “Ciranda, Cirandinha”
2. Procure chegar perto da criança cujo nome está sendo cantado; 3. Bata palmas e faça gestos enquanto canta.


Atividade 2- Barbante do barulho
Idade: a partir de 1 ano
Objetivo: desenvolver a coordenação e a audição Material: pote de plástico com tampa, barbante, sementes (arroz, feijão), fita adesiva
Como fazer o brinquedo:
1. coloque sementes no pote de plástico e cole a tampa e passe fita adesiva para reforçar;
2. Amarre um barbante no pote, deixando um cordão de uns 60 cm.

Desenvolvimento da atividade
1. A criança deverá en
rolar o barbante no pote plástico, conforme enrola escutará o barulho das sementes. Observação: para a essa atividade indicamos a música Enrola Bola de Rubinho do Vale









Atividade 3: Meu caminho colorido
idade: a partir de 1 ano
objetivos: explorar sensações e materiais; registro gráfico
material: papel pardo e sagu no sabor uva ou morango

Pinte com o sagu os pés das crianças para que elas a imprimam sobre o papel. As crianças iram imprimir os pés enquanto caminham sobre o papel.

Atividade 4. Na trilha sonora
idade: a partir de 5 meses
material: aparelho de som e cds com musicas variadas
objetivo: Estimular a audição musical
1. Coloque músicas variadas: infantil, clássica, sertaneja, pop...
2. Em cada música faça um movimento para crianças, batendo palmas, levantando os braços, mexendo a cabeça, cantando.

Atividade 5. Caixas sortidas
Idade: a partir de 6 meses
Objetivos: desenvolver os sentidos e noção de tamanho e peso.
Materiais: papelão, caixa de leite, tesoura, fita crepe e papéis coloridos As caixas poderão ser montadas de papelão, ou com caixas de leite com fita crepes nas laterais e encapadas com papéis coloridos.
Desenvolvimento
1. A criança deverá colocar uma caixa dentro da outra, e enquanto levanta uma caixa, ou carrega as caixas, terá noção de peso e de tamanho. 2 a 4 anos de idade A criança de 2 a 4 anos de idade mesmo não conseguindo efetuar operações, já usa a inteligência e o pensamento. Ela é capaz de representar as suas vivências e a sua realidade, através de diferentes significantes: o jogo, o desenho, a linguagem, imagem e pensamento.












Atividades 6. Eu na história
Idade: a partir de 2 anos
Objetivo: identificação da imagem- do eu e das expressões faciais, despertar para o prazer em ouvir histórias, desenvolver a linguagem oral, a imaginação e a criatividade.
Materiais: EVAs coloridos, tesoura, cola, papel laminado em forma de círculos, caneta retroprojetor.
Preparando a atividade - Faça um livro de EVA com animais e uma criança, será um passeio no zoológico, em cada página terá um animal e uma criança, no rosto da figura da criança será colado o papel laminado, representando um espelho. Desenvolvimento da atividade
1. A professora contará uma história, o passeio no Zoológico. E a criança olhará para a figura da criança que tem no livro, e essa figura tem um espelho de papel laminado, assim verá a própria imagem. Poderá cantar: ......foi passea no zoológico iaiaô, e lá viu ........ iaiaiô. O/A fez..............iaiaiô.
2. Conforme conta a história a professora dirá que a criança da história ficou feliz com o passeio, assustada quando viu o leão, espantada quando viu o pato. Dessa forma, a criança deverá fazer as caretas no espelho.
3. A professora também perguntará o que a criança disse quando viu o animal, ou que barulho o animal fez para ela, assim trabalhará a linguagem e os sons.

































Atividade 7. Dirigindo
Idade: a partir de 3 anos
Objetivos: desenvolver a criatividade, esquema de comunicação verbal e não verbal, exercitar movimentos finos e comuns para expressar u ma idéia, trabalhar meios de transporte.
1. Material: figuras de meio de transporte, fita adesivaA professora colocará com fita adesiva figuras uma figura de um meio de transporte em cada criança;
2. As crianças deverão fazer que estão dirigindo o meio de transporte que recebeu, fazendo também o som.
3. A professora tirará as figuras das crianças e fará uma grande roda da conversa; 4. Na grande roda a professora perguntará : “Que meios de transporte foram imitados? “Quem lembra o meio de transporte do............ (indica uma criança)?” 5. Com crianças acima de 4 anos de idade, peça para formarem grupos: - mesmo meio de transporte; - um grupo que tenha todos os meios de transporte.


Atividade 8. Controlando o grupo
Idade: a partir de 2 anos.
Objetivos: desenvolver a coordenação e interação com a turma
Material: aparelho de som e CD de música.
Desenvolvimento
1. Formar duplas, trios;
2. Coloque uma música, como fundo musical.
3. As crianças andaram segurando no ombro do amigo, como num trenzinho
4. A primeira criança deverá conduzir os colegas, andando em círculos, de ré, em ziguezague.
5. As crianças trocaram de lugar e de grupo.

Atividade 8. Seguindo a trilha
Idade: a partir de 2 anos
Objetivos: desenvolver a atenção e o controle motor
Material: folhas de jornal Prepare o material Faça na folhas de jornal círculos e triângulos grandes.
Desenvolvimento da atividade
1. Coloque os círculos e triângulos no chão, como caminhos
2. Faça uma fila indiana única com as crianças;
3. As crianças deverão andar primeiro só pisando nos círculos, depois só pisando nos triângulos.


Atividade 9: O corpo humano
Idade: a partir de 3 anos
Objetivos: conhecer o corpo humano
Material: giz
Prepare a atividade - Faça o desenho do corpo de cada criança no chão com giz;

Desenvolvimento:
1. Cada criança ficará dentro do seu desenho;
2. A professora dará as ordens: - Cabeça; - perna; - braço; - barriga; - joelho 3
. E a criança ficará em cima da parte pedida. Observação: Outra forma de trabalhar essa atividade é utilizar a música Cabeça, ombro, joelho e pé da Xuxa.


As atividades acima estão na revista Jogos e brincadeiras com projetos e atividades minhas.

CURSOS À DISTÂNCIA

EDUCADOR:
TEMOS QUATRO CURSOS DE CAPACITAÇÃO FORMAÇÃO CONTINUADA À DISTÂNCIA PARA VOCÊ MELHORAR A SUA PONTUAÇÃO NA REDE DE EDUCAÇÃO.

CURSO: DESENVOLVIMENTO DE TRABALHOS COM PROJETOS EM SALA DE AULA
 SÃO 4 MÓDULOS DE 30 HORAS CADA MÓDULO
 CUSTO DO INVESTIMENTO R$ 65,00 POR MÓDULO MAIS TAXAS DE CORREIO
 CERTICADO DE 30 HORAS OU ÚNICO DE 120 HORAS

CURSO: JOGOS E BRINCADEIRAS NA SALA DE AULA
 SÃO 4 MÓDULOS DE 30 HORAS CADA MÓDULO
 CUSTO DO INVESTIMENTO R$ 65,00 POR MÓDULO MAIS TAXAS DE CORREIO
 CERTICADO DE 30 HORAS POR MÓDULO OU ÚNICO DE 120 HORAS

CURSO: LITERATURA INFANTIL – INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM

 SÃO 2 MÓDULOS DE 30 HORAS CADA MÓDULO
 CUSTO DO INVESTIMENTO R$ 65,00 POR MÓDULO MAIS TAXAS DE CORREIO
 CERTICADO DE 30 HORAS POR MÓDULO

CURSO: ÉTICA NA SALA DE AULA

 MÓDULO ÚNICO DE 30 HORAS
 CUSTO DO INVESTIMENTO R$ 65,00 O MÓDULO MAIS TAXAS DE CORREIO
 CERTIFICADO DE 30 HORAS

FORMA DE PAGAMENTO:

 À VISTA ATRAVÉS DE DEPÓSITO NA CONTA DA EMPRESA
 PAGAMENTO EM CHEQUE PRÉ-DATADO, NOMINAL À SR EDITORA.

OS CURSOS SÃO ELABORADOS PELA PROFESSORA SHEILA BLASQUES NOBILE QUE TAMBÉM É CONSULTORA PEDAGÓGICA, PEDAGOGA RESPONSÁVEL PELOS PROJETOS E ATIVIDADES DAS REVISTAS PARADIDÁTICAS DA EDITORA ALTO ASTRAL.

O MATERIAL
O MATERIAL É ENVIADO VIA CORREIO: APOSTILA, ATIVIDADES E AVALIAÇÕES

AVALIAÇÕESO EDUCADOR ENVIARÁ VIA CORREIO AS AVALIAÇÕES PARA SEREM CORRIGIDAS, DEVERÁ ACERTAR 50%, CASO ISSO NÃO ACONTEÇA O CRIIA ENVIARÁ AS AVALIAÇÕES NOVAMENTE PARA SEREM REFEITAS COM OBSERVAÇÕES NECESSÁRIAS.


IMPORTANTE: OS CERTIFICADOS EXPEDIDOS PELA EMPRESA CRIIA – SR EDITORA TEM VALIDADE EM FINS CURRICULARES E EM PROVAS DE TÍTULOS, COMO UM CERTIFICADO DE CURSO LIVRE, RESPEITANDO A CARGA HORÁRIA DESCRITA. A EMPRESA CRIIA OFERECE SEUS CURSOS A DISTÂNCIA PARA TODO O BRASIL E SEUS CERTIFICADOS SÃO AMPLAMENTE ACEITOS. OS CURSOS À DISTÂNCIA PELO CRIIA SÃO RECONHECIDOS COMO CURSOS LIVRES, E CONFORME LEGISLAÇÃO, NÃO NECESSITAM ESTAR REGULAMENTADOS NO MEC OU SECRETARIAS ESTADUAIS OU MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO. O MEC E AS SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO SÓ REGULAMENTAM CURSOS DE GRADUAÇÃO OU PÓS-GRADUAÇÃO, CURSOS TÉCNICOS, PROFISSIONALIZANTES OU DE NÍVEL BÁSICO E MÉDIO. OS CURSOS A DISTÂNCIA DO CRIIA NÃO PERTENCEM A NENHUMA DESSAS CATEGORIAS. A UTILIZAÇÃO DOS CERTIFICADOS USADOS, GERALMENTE PELOS EDUCADORES PARA CONTAGEM DE PONTOS DE ESTÁGIO, COMPLEMENTO DE HORAS, EVOLUÇÃO FUNCIONAL DE PROFISSIONAIS DA SECRETARIA MUNICIPAL OU ESTADUAL DE EDUCAÇÃO. E OS CERTIFICADOS DOS CURSOS LIVRES SÃO ACEITOS OU NÃO NO ÓRGÃO QUE O EDUCADOR DESEJAR UTILIZAR É DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DO PARTICIPANTE DO CURSO, QUE DEVERÁ CONFERIR ANTES SE A INSTITUIÇÃO ACEITA CERTIFICADO DE CURSOS LIVRES.

VEJA SE NA REDE DE ENSINO QUE VOCÊ TRABALHA ACEITA CERTIFICADO DE CURSO FORMAÇÃO CONTINUADA- CURSOS LIVRES!


NOSSO CONTATO
EMAIL: criia@bol.com.br
site: www.criia@bol.com.br
Orkut: CURSO PARA PROFESSORES- CRIIA

domingo, 23 de agosto de 2009

Nome- projeto identidade

Identidade- Atividades com o nome



O desenvolvimento da identidade através dos nomes

O desenvolvimento da construção da identidade é socialmente construído e aprendido desde o nascimento, com base em relações sociais e culturais que se estabelecem. E a escola tem um papel de fundamental importância na construção da identidade autônoma de cada criança que passa por seus bancos escolares, principalmente Educação Infantil, onde os indivíduos estão mais disponíveis à aprendizagem, ao se identificar com o modelo de ser humano que lhe é apresentado.

A criança desde o nascimento necessita da mediação do outro para se desenvolver, portanto o meio sozinho não dá conta de desenvolvê-lo e é aí que entra o papel do educador. Por isso, importante reconhecer o trabalho desenvolvido pelos professores que trabalham com crianças na Educação Infantil, pois é através deles que ocorre a estimulação para a longa caminhada de construção da identidade. Esta construção de identidade ocorre visivelmente por meio de ações planejadas dos professores, que constroem projetos educativos de qualidade.

Com o trabalho educativo do professor, os alunos são colocados em situações com as quais aprendem a expressar suas idéias, sentimentos, necessidades e desejos, avançando no processo de construção da identidade.

O nome é fundamental na construção da identidade da criança. E na Educação Infantil é o inicio de todas as atividades por ser uma referência própria de cada aluno e ser significativo para eles.

Temos identidade e somos diferentes, isso é a diversidade.

Clip Somos diferentes




ATIVIDADES COM NOME


Atividade 1: Identificando no grito
Faixa etária: Educação Infantil
Objetivos: desenvolver a construção da identidade e a oralidade.
Material: nenhum

Atividade ideal para o primeiro dia de aula.

1. Explique para os alunos que todos deverão gritar o nome ao mesmo tempo;

2. Conte até três e a turma gritará o nome;

3. Peças para fazer isso umas três vezes, diga, “ Não entendi.”

4. Depois da terceira vez escolha um nome, diga, “ Eu escutei algo como (cite apenas uma sílaba do nome de algum aluno);

5. Os próprios alunos se identificarão;

6. Faça perguntas para o aluno que se identificou, ou para o aluno que a turma identificou, como “ Onde você mora?” ; “ Você tem irmãos?” . Aproveite esse momento para fazer uma breve entrevista com o aluno.

7. Faça essa atividade até que todos se identifiquem, ou faça para identificar uns cinco alunos por dia.



Atividade 2: Corrida dos nomes

Faixa etária: Educação Infantil
Objetivos: desenvolver a construção da identidade e a escrita dos nomes.
Material: quatro alfabetos por grupo e um apito

1. divida a sala em grupos;

2. Arrume a sala de forma que os alunos fiquem grupos e ao lado da lousa fiquem carteiras representando os grupos;

3. Entregue para cada grupo quatro alfabetos (letras de EVA ou feitas na cartolina);

3. Explique que toda vez que o apito soar uma aluno de cada grupo deverá ir para a carteira que representa sua turma, levando duas letras.

4. Os grupos deverão tentar formar com as letras nome das crianças do próprio grupo.

5. Será apitado 10 vezes.

6. No final será averiguado quantos cada grupo formou.


ATIVIDADE 3: Peixinho dos nomes

Faixa etária: Educação Infantil
Objetivos: desenvolver a construção da identidade e a escrita dos nomes.
Material: uma folha sulfite (A4) para cada aluno, giz, tesoura, lápis de cor, giz de cera, canetinha o que você tiver para colorir,



1. Construa um peixe de dobradura para cada aluno;

Corte a sulfite(A4) até conseguir um quadrado perfeito e dobre o papel na diagonal.















Dobre as duas pontas mais finas, dos dois lados, para dentro.










Com o resto do papel ofício que sobrou, faça uma cauda e cole na ponta mais larga.









Desenhe os olhos, boca e escamas no seu peixe e pinte-o como quiser








2. Escreva o nome da criança no peixinho, ou a criança escreverá o nome dela com auxilio de um crachá;


3. Desenhe no pátio, no chão, com giz, um circulo, representado o mar ;


4. Os alunos ficarão dentro desse circulo, cantando a música “ Se eu você um peixinho (...)”;

5. coloque numa mesa todos os peixinhos com os nomes das crianças;

5. Conforme a música for sendo cantada, mostre um peixinho, depois da escolha do peixinho (nome), todos alunos cantam a música, e a criança sai do circulo (mar)

6. Se alguma criança não reconhecer o seu nome, a professora indicará o peixe da criança.


Atividade 4: Que nome é esse?

Faixa etária: Educação Infantil
Objetivos: desenvolver a construção da identidade e a escrita dos nomes.
Material: papel sulfite (A4) e caneta
1. Escreva apenas as consoantes dos nomes das crianças em tiras de do papel sulfite (A4).

Exemplo: Mariana = MRN

2. Organize a sala com as carteiras em “U”;

3. Escreva os nomes das crianças na lousa, como referência para elas;

3. Espalhe as tiras no chão, no meio da sala;

4. Os alunos deverão encontrar as tiras que representam seus nomes.


Atividade 5: A viagem

Faixa etária: Educação Infantil
Objetivos: desenvolver a construção da identidade e a identificação do nome.
Material: nenhum


1. Organize a sala com as carteiras em “U”;

2. Explique que a turma fará uma viagem, escolha um lugar;

3. Mas que a professora é que escolherá os que eles levaram na mala;

4. Então será perguntado, o que eles levarão na mala;

5. A pergunta será feita individualmente, porque é importante falar o nome da criança, antes da pergunta.

Exemplo: “ Pedro o que você levará na viagem para ........................?”

6. a criança responderá, mas se o objeto que ela falou não inicia com a letra do nome dela a professora dirá “ Pedro, eu não deixo você levar ...................”

7. A pergunta será feita para todos os alunos, pelo menos duas vezes;


8. Algumas vezes as crianças acertaram, mas ficaram curiosas, porque não saberão o porquê.

9. O professor poderá dizer, “ Pedro, se você quiser levar o pincel da Maria, eu deixo?

9. A atividade termina quando alguém acertar e comentar o porquê.

10. Se a turma não identificar o porquê, depois que todos participaram duas vezes pelo menos, ou depois de 10 min de atividade, será revelado.



Atividade 6: O nome que te dou

Faixa etária: Educação Infantil
Objetivos: desenvolver a construção da identidade e a identificação e a formação do nome.
Material: nenhum

1. Organize a sala com as carteiras em “U”;

2. Coloque no centro uma mesa com os crachás dos alunos;

3. Diga para classe: “Te dou um M, te dou um A, te dou um R, te dou um I, te dou um A, o que vocês formaram?”

4. Os alunos responderão: MARIA.

5. A criança pegará seu crachá.



As atividades acima estão na revista Atividades escolares- Volta às aulas que têm projetos e 33 atividades elaboradas por mim.
Um abraço
Sheila Blasques-CRIIA

sábado, 22 de agosto de 2009

Criatividade

Você é criativo (a)?

Antes de responder dê uma olhada em sua volta.ficamos Observe os atos simples de sua vida e você descobrirá seu poder de CRIAR contido neles.
É impossível ser criativo com aquilo que não existe.
Se criar nada mais é que remanejar o que já existe e com isso descobrimos novidades que aumentam nosso conhecimento, todos nós, sem exceção, somos criativos.

Precisamos treinar o nosso potencial, desenvolver nosso conhecimento, nossas habilidades e nossas atitudes.
Mas, se todos nós somos criativos por que tantas pessoas desconhecem seu próprio potencial? Por que temos dificuldade em verificar nossa criatividade nos atos simples da vida? Por que acreditamos que criatividade é algo próprio de pintores, cantores e demais artistas? Por que temos tendência a fugir do novo e assim não desenvolvemos nosso perfil profissiona, nossos pontos fortes?
Punimos os nossos erros, ao invés de tentarmos aprendermos com eles.

Temos dificuldade de nos livrarmos das nossas "idéias velhas"
Seja criativo, desenvolva-se. Mas, lembre-se que este é um processo lento, que exige muita dedicação, porém a criatividade é como os músculos: quanto mais você treinar, mais tem. Procure romper suas "verdades únicas", por mais doloroso que isto seja para você.

hábito de leitura. Procure reciclar tudo o que você faz (tudo pode e deve ser melhorado). Amplie seus horizontes. Não é porque da sua janela você enxerga até o horizonte, que o mundo não continua depois dele.

Um abraço

Sheila Blasques Nobile-CRIIA
Orkut: Cursos para professores-CRIIA
site: www.criia.com.br

Vídeo clip Criatividade:

Blog da profª. Sheila Blasques-CRIIA

Olá, amigos

Sejam bem-vindos ao meu blog!

Quero colocar aqui os materiais que fazem parte dos meus cursos das revistas que escrevo. Será mais um canal de comunicação com os educadores. Alé de divulgar os cursos, os vídeos e textos.

Então, hoje inicia o Blog. Conto também com a ajuda de vocês para deixá-lo bonito e criativo.

Minha apresentação profissional através do vídeo clip abaixo (vídeo que é apresentado na abertura dos cursos e palestras):

















Revistas paradidáticas da editora alto Astral com projetos e atividades minhas- desde janeiro de 2009

Um abraço.

Sheila Blasques Nobile-CRIIA

Conheça também o meu orkut: Cursos para professores-CRIIA