Centro de Relacionamento Intrapessoal, Interpessoal e Aprendizagem

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Atividades escolares para o Natal

Então é Natal...

O fim de ano se aproxima com muitas festividades que também permeiam o universo escolar. Natal é o momento das escolas se tornarem ainda mais alegres e bonitas. Porque nos pátios e salas, cartazes, murais e árvores cheias de luz e cor, expressam alegria.

Além disso, é uma comemoração que traz sentimentos de paz, amor, fraternidade e esperança, que devem ser vividos pelos alunos, professores e direção.

Por isso as atividades devem ser criativas e voltadas para a festa de Natal, a escola deve aproveitar esse momento porque é muito atrativo para as crianças, por ser alegre.


Objetivos:

No projeto de Natal na escola alguns objetivos devem ser destacados:
- promover momentos de interação entre os alunos;
– propiciar situações para que o aluno estabeleça esquemas de pensamento que se entrelacem na construção dos conceitos como solidariedade e união;
– desenvolver a criatividade a partir de atividades como pintar e dobrar.

Metodologia
Também é importante desenvolver um clima na sala de aula favorável ao desenvolvimento da criatividade.

Por isso, as atividades serão favoráveis ao criar, pintar, colar, dobrar e experimentar.

Avaliação
Avalie as atividades propostas através de um relatório analisando as atitudes dos alunos e seus interesses. Assim, o Natal terá também um valor pedagógico.

Atividades para serem desenvolvidas
Como o clima de festa no ar, aproveite as sugestões a seguir para favorecer a socialiação e a criatividade da classe.


Atividade 1: Árvores dos números

Objetivos: desenvolver o relacionamento interpessoal
Materiais: árvore de Natal com cones de cartolina, circulos de EVA representando as bolas, sulfite, pincel atômico, , cola quente.
Idade: a partir de 5 anos.

Preparando ativ
idade

1. Faça a árvore de Natal com cones de cartolina, ela terá furos para se introduzido palitos de churrasco;
2. Faça círculos de EVA, deixe um furo no meio para ser colocado o palito de churrasco, cole nesses números escritos num papel;


3. Na árvore serão colocados palitos de churrasco com ou sem círculos na ponta, os palitos passarão por dentro, por um furo e sairão em outro furo.

4. Coloque de 15 a 20 palitos na árvore e deixe uns 5 palitos sem círculos do outro lado.

Desenvolvimento da atividade

1. Forme duplas de alunos;
2. As duplas deverão escolher um palito que será retirado da árvore;
3. Se quando o palito for retirado o circulo cair, a dupla recebe a pontuação referente ao número que estava no circulo.
Observação: o palito será sempre retirado pelo lado que não tem o circulo.
4. Ganha o jogo a dupla que fizer mais pontos.



Atividade 2: Jogo da chaminé

Objetivos: desenvolver o raciocínio e o relacionamento interpessoal
Idade: acima de 5 anos
Materiais: EVA, cola quente, caneta retroprojetor, velcro.

Preparando a atividade:

1. Faça o jogo com um folha de Eva para ser o telhado;
2. A chaminé também será feita de EVA, assim como os Papais Noéis;
3. Coloque velcro na chaminé e nos Papais Noéis;
4. Faça uma trilha com velcro para que os Papais Noéis subam no telhado.
Desenvolvimento
1. Divida a classe em grupos;
2. Leia um conto de Natal para os alunos;
3. Faça perguntas sobre o conto de Natal;
4. Quando o grupo acerta o Papai Noel sobe um trecho do telhado (sempre fixado no velcro);
5. Ganha o jogo o grupo que o PAPAI Noel chegar primeiro na chaminé.

Os Papais Noéis e a chaminé enfeitaram a árvore de Natal, por isso deverão ter também fios de nilon.



Atividade 3 : Os presentes
Objetivos: relacionamento interpessoal e o raciocínio lógico
Idade: 4 a 7 anos
Materiais: caixas pequenas, mas de vários tamanhos; papéis coloridos; cola.

Preparando

1. Embrulhe as caixas com papéis da mesma cor e também diferentes.

Desenvolvimento da atividade

1. Divida a classe em grupos;
2. Cada grupo receberá caixas de presentes;
3. O professor fará perguntas para os grupos:
___Quantos presentes o grupo tem?
___ Quantos grupos de presentes podem ser formados com as caixas de presentes?
___ Quais grupos foram formados?

4. Depois os grupos se uniram e os alunos deverão formar vários grupos com as caixas.

Observação: As caixas deverão ter laços porque farão enfeitarão a árvore de Natal.


Atividade 4: Continue a história

Objetivo: criatividade e a escrita
Idade: 9 a 11 anos
Materiais: papel sulfite e caneta.

Desenvolvimento

1. A classe será dividida em grupos;
2. Cada grupo receberá uma folha sulfite;
3. A folha sulfite será dobrada como se fosse um leque,
4. Na primeira dobra do leque estará escrito: “O Papai Noel acordou atrasado no dia 25 de dezembro, mas quando foi vestir a sua roupa de Natal viu que a roupa estava amarela e com bolinhas pretas.”
5. O professor dá um sinal para que um aluno do grupo continua a história em uma dobra do leque até dar outro sinal;
6. Quando o professor der o sinal de novo, outro aluno continua a história, sem ler a do outro colega, mas sim seguindo o que está escrito na primeira dobra do leque;
7. Todos integrantes do grupo escreverão em uma dobra, sem ver o que os colegas escreveram, mas sempre seguindo a primeira parte fornecida pelo professor.
8. Na última dobra um dos alunos deverá dar o fechamento da história, sem ver os trechos que os colegas escreveram.
9. Ao término a história será lida pelo professor.


Atividade 5: Conto de Natal
Objetivos: desenvolver a criatividade e a produção textual
Idade: 9 a 11 anos
Materiais: massinha para modelar, cartolina, lápis de cor

Desenvolvimento

1. A classe será dividida em grupos;
2. Cada grupo deverá criar um conto de Natal, os personagens, o saco do Papai Noel e o anel serão feitos de massinha de modelar e o cenário será feito na cartolina com lápis de cor;
3. Elementos do conto:
Lugar
Herói ou heroína;
Vilão ou vilã
Mistério;
Elemento mágico

4. Os grupos terão elementos que deverão ser escolhido pelo grupo para representar os elementos do conto: Papai Noel, Mágico, um saco de Papai Noel e um anel.

5. Os elementos feitos de massinha deverão ter um fio de nilon, pois farão parte da árvore de Natal.

6. A história será apresentada para a sala

Atividade 6- Dobradura

Objetivos: desenvolver a coordenação motora
Idade: acima de 6 anos
Materiais: papel dobradura























Atividade 7: História com figuras
Objetivos: desenvolver a coerência e o relacionamento interpessoal
Idade: a partir de 5 anos
Materiais: Figuras de Natal coladas no papel cartão, caixinha de leite, EVA, cola quente.

Faça uma caixinha especial para guardar as figuras

Desenvolvimento da atividade

1. Divida a classe em grupos;
2. Cada grupo recebe figuras de Natal para criar seqüências que será contada oralmente.

Atividade 8: Natal solidário

Objetivos: propiciar situações para que o aluno estabeleça esquemas de pensamento que se entrelacem na construção dos conceitos como solidariedade e união;

Idade: acima de 6 anos
Materiais: cada aluno trará um alimento para a cesta de Natal

Desenvolvimento:

1. Faça uma campanha de alimentos para uma cesta de Natal.
2. Na cesta de Natal os alunos colocarão um cartão de Natal que será confeccionado por eles.









O projeto de Natal da Profª. Sheila Blasques Nobile fez parte da Revista Projetos Educativos- Fim de ano (2009).
Editora Alto Astral

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Cursos para Prefeituras Municipais- saúde, social, administrativo, educação

Curso de Relacionamento Interpessoal (humanização, motivação e comunicação)
com a Profª. Sheila Blasques Nobile

Recebemos educação na escola e em casa, mas não sobre relacionamento interpessoal,motivação e comunicação verbal. Fomos aprendendo com decepções e dores ao longo de nossas vidas, ao passo que se tivéssemos um manual de comunicação: atitude e comportamento, para as várias situações de que necessitamos, seria tudo mais simples. Com base nessas necessidades de conhecer e compartilhar estas regras de comunicação e relacionamento interpessoal este curso apresenta os aspectos mais importantes para que os participantes desenvolvam sua comunicação no atendimento ao público.

OBJETIVO:

Preparar os profissionais ao estabelecimento de um elevado nível de relacionamento, permitindo maior interação entre as pessoas. Aumentando o nível de motivação e entusiasmo no trabalho com pessoas e humanização.

OBJETIVOS:

• Promover o auto conhecimento para que as pessoas possam se reconhecer melhor, aliviar as tensões do trabalho e tornarem-se mais produtivas e auto motivadas.
• Proporcionar aos participantes a reflexão sobre o seu papel, habilidades e posturas, na relação com o outro e estabelecer vínculos que fortaleça a confiança.
• Desenvolver o relacionamento interpessoal, trabalho em equipe e a humanização (enxergar o outro e saber como lidar com asa outras pessoas).

BENEFÍCIOS À EMPRESA:

Maior qualidade no ambiente de trabalho e nos seus respectivos processos, através da melhoria no atendimento ao público, capacitando ações positivas para a solução e gerenciamento de conflitos internos.
• Realizar uma auto-análise e auto-identificação de sua maneira de relacionar-se, refletindo e resignificando-as.
• Rever suas posturas em situações do dia a dia no grupo de trabalho, aprimorando a qualidade nos relacionamentos.
• Utilizar o feedback como ferramenta de autodesenvolmento

CURSO PRÁTICO
 Será um trabalho empírico (experimental) e reflexivo.

 Contém atividades individuais e em grupos. .

PROGRAMA
1 - Princípios Básicos do Relacionamento Interpessoal

2 - Comunicação
• Elementos da Comunicação
• Comunicação Verbal e Não-verbal- signos e significados;
• Comunicação Relacional

3 – Auto-conhecimento e Reconhecimento do outro
• Comportamento
• Atitude
• Educação Emocional
• Mecanismos de Interação

4 - Resolução de Conflitos

5- Exercícios (dramatização, testes, exercício de técnicas)

Metodologia do curso:
Teoria e oficinas vivenciais com dinâmicas de grupos.

Público Alvo:
Funcionários municipais de todos os setores.


Materiais de responsabilidade da prefeitura Municipal:

Material geral
1 resma de papel sulfite,
datashow com computador;
rádio para tocar CD.
1 fita adesiva,
Microfone com caixa de som amplificada

Material para grupo de 6 pessoas
3 cartolinas,
1 caixa de lápis de cor,
1 cola

Material individual
1 revista velha;
1 jornal velho,
1 tesoura
1 Caneta,

Cronograma

O curso será ministrado em dois dias, das 8 h às 17 h, com intervalo para almoço.

Obs: O curso pode ser ministrado à noite, em quatro noites.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Palestra motivacional: Familia-somos diferentes


Palestra realizada na semana da qualidade na empresa Manfrim-Special Dog nod ia 28 de agosto de 2010 para os colaboradores do setor de entrega.

Família- somos diferentes, por isso temos que entender as diferenças: homem, mulher e filhos.

A comunicação é essencial para a boa convivência, temos que saber como falar e quando falar.




Semana da qualidade na empresa Manfrim-Special Dog


Abertura do curso da Sônia Hair com a Sheila Blasques Nobile, penteados e manicure na semana da qualidade da empresa Manfrim-Special Dog, realizados nos dias 23 e 25 de agosto de 2010.
Dinâmica: O espelho

Precisamos nos visualizar, pensar em nós como pessoa física, saber como somos, relação intrapessoal, o externo e como esse externo é visto pelos outros, relação interpessoal.

Quando queremos aumentar a nossa autoestima, devemos cuidar do externo e do interno. O cuidar faz parte, a nossa beleza interna e externa fazem parte da nossa autoestima.


Fotos: Abertura dos cursos da Sônia Hair nos dias 23 e 25/08/2010
Nos cursos oferecidos pela empresa Manfrim na semana da qualidade tiveram esses objetivos, cuidar do externo e do interno, por issso, as colaboradoras e esposas de colaboradores tiveram curso de penteados básicos, maquiagem e manicure e uma palestra (comigo- Sheila) sobre a autoestima feminina.
Palestra motivacional: Autoestima feminina- realizada no dia 26 de agosto de 2010 no salão da ACE em Santa Cruz para as colaboradoras e esposas de colaboradores da empresa- Manfrim Special Dog
Palestra motivacional: Autoestima feminina

A autoestima feminina: o cuidar, o relacionamento intrapessoal, o relacionamento interpessoal - a família (marido e filhos), a adaptação (idade, corpo, etc).








terça-feira, 17 de agosto de 2010

Reunião de pais e mestres

Reunião de pais e mestres

É importante ter uma parceria entre escola e pais.


Por isso, a escola deve oferecer reunões de pais e mestres dinâmicas e reflexivas, onde os pais além de saber das notas dos filhos e do comportamento (disciplina), conheçam também o projeto pedagógico da escola e orientação de como acompanhar a vida escolar do filho.


Prepare a reunião:

- Faça uma pauta;
- Coloque essa pauta num mural ou na lousa, assim como os avisos (festas comemorativas, passeios culturais, semana de avaliações, calendario escolar do bimestre);
- Tenha um tema para ser trabalhado com os pais, isto é, um tema que ajude os pais a entenderem melhor o papel da escola, o projeto pedagógico e como podem ajudar seus filhos no desenvolvimento escolar;
-Quando for falar da vida escolar de cada aluno, faça isso individualmente. Nesse momento, fale sobre o cumprimento dos deveres, a disciplina, suas habilidades, suas dificuldades e como os pais podem motivar e ajudar o filho nas dificuldades.


Vídeo: Pais incentivadores de sonhos






video



Texto: Pais Brilhantes são firmes e amorosos
























Texto 2:



quarta-feira, 30 de junho de 2010

Cursos de capacitação com a Profª. Sheila Blasques Nobile

Estamos agendando com as Secretarias Municipais de Educação curso para professores e funcionários; Secretarias de Saúde- curso de humanização para funcionários; Secretarias Social-cursos para funcionários e jovens e empreendedores.
Informações: e-mail: criia@bol.com.br

Vamos até a sua cidade!!

Cursos para a Educação Infantil:



 Criatividade na sala de aula (jogos e brincadeiras)- O lúdico como ferramenta importante na aprendizagem infantil I e II- com oficinas
 A Educação Infantil e o Ensino–aprendizado (com oficinas)
 Desenvolvimento de trabalhos com Projetos em sala de aula e múltiplas inteligências - (com oficinas).
 Signos e Significado- Desenvolvimento Interpretativo- imagens, fotografias, folder, filme, textos- (com oficinas).
 Comunicação verbal-professores, empresários, advogados, dentistas, médicos, engenheiros e profissionais liberais.
 Relacionamento interpessoal e intrapessoal-trabalho em equipe e autoconhecimento.
 Avaliação escolar- com oficina reflexiva.
 Desenvolvimento das múltiplas inteligências- com atividades a fim de estimular os meridianos que atuam, a fim de que eles se comunicam e também estabelecem habilidades e competências conforme as inteligências múltiplas;
 Planejamento escolar- com oficina
 Desenvolvimento infantil- com oficinas.
 Desenvolvimento Pedagógico (este curso sempre é realizado para preparação em concurso público e para pais em escolas).
 Contação de história- Literatura infantil como ferramenta de aprendizagem

Cursos para o Ensino Fundamental

 Criatividade na sala de aula (jogos e brincadeiras)- O lúdico como ferramenta importante na aprendizagem infantil I e II (com oficinas)
 Projeto leitura (com oficinas)
 Produção textual-redação escolar-Ensino Fundamental (com oficinas)
 Desenvolvimento de trabalhos com Projetos em sala de aula e múltiplas inteligências (com oficinas).
 Signos e Significado- Desenvolvimento Interpretativo (textos, imagens, folder, propaganda, filme, fotografia- (com oficina)
 Relacionamento interpessoal e intrapessoal-trabalho em equipe e autoconhecimento.
 Planejamento escolar- com oficina
 Desenvolvimento das múltiplas inteligências- com atividades a fim de estimular os meridianos que atuam, a fim de que eles se comunicam e também estabelecem habilidades e competências conforme as inteligências múltiplas;
 Avaliação escolar- com oficinas reflexivas.
 Contação de história- Literatura infantil como ferramenta de aprendizagem


Cursos para funcionários da Secretaria Municipal de Educação, Prefeitura Municipal

Motoristas de transporte escolar: Curso Condutores educadores- conduzir criança, alunos, é coisa séria!
Auxiliares de limpeza, jardineiros, auxiliares de classe, monitores, motoristas, inspetores de alunos, oficiais de secretarias, escriturários, secretários, bibliotecários, professores, coordenadores e diretores- Curso Relacionamento Intrapessoal e Interpessoal
Auxiliares de limpeza, jardineiros, auxiliares de classe, monitores, motoristas, inspetores de alunos, oficiais de secretarias, escriturários, secretários, bibliotecários, professores, coordenadores e diretores: Curso Comprometimento no trabalho, habilidades e atitudes que fazem a diferença
Auxiliares de limpeza, jardineiros, auxiliares de classe, monitores, motoristas, inspetores de alunos, oficiais de secretarias, escriturários, secretários, bibliotecários, professores, coordenadores e diretores: Curso Motivação- Humanização
Coordenadores, Diretores e Supervisores- Curso de liderança- desenvolvimento e estratégias


Palestrante: os cursos são ministrados pela profª. Sheila Blasques Nobile

sábado, 19 de junho de 2010

Atividades para alfabetização


As atividades abaixo fizeram parte do encarte Jogos para Alfabetizar da revista Alfabetização de 2009
O encarte foi inteirinho elaborado pela Profª. Sheila Blasques Nobile



Atividade 1: O som das palavras

Objetivo: trabalhar o som das palavras
Material: grupos de figuras com o mesmo som na terminação da palavra, coladas num papel cartão e com os nomes escritos abaixo da figura

Como desenvolver a atividade:

1- divida a classe em grupo;
2. Cada grupo receberá os grupos de figuras:

Grupos:
a) Chuteira - mamadeira- cadeira- peneira- cadeira- torneira
b) Panela- janela- canela- fivela
c) Bola- cola- sola- mola
d) Corneta- caneta- borboleta- cometa
e) Ninho – caminho- carrinho- carinho

3. O professor terá uma figura de cada grupo de palavras, ele pedirá as palavras correspondentes a que for sorteada por ele;

4- Os grupos deverão separar os grupos de palavras.


Caminho- carinho- ninho- carrinho















Atividade 2: dominó das histórias infantis

Material: elaborar um dominó com personagens de duas (2) histórias infantis. Veja o modelo.
Objetivo: desenvolver a coerência e o raciocínio.

Desenvolvimento da atividade:

1. Conte duas histórias infantis para os alunos;
2- Elabore um dominó com personagens e objetos da duas (2) histórias infantis.
3- Procure usar vários personagens. Exemplo: Branca de Neve- Madrasta; Espelho, Anões (ou anões separados); maça; príncipe. Cinderela- fada; abóbora; os ratinhos, as irmãs; o castelo; o sapatinho; a carruagem, o príncipe; a madrasta.
4- As crianças formaram grupos e encaixaram o dominó de acordo com as histórias, o objetivo deste jogo, é que a criança não fique encaixando o dominó com figuras iguais, como maçã com maçã, mas encaixar com as da história que pertence, por exemplo, encaixar- Branca de Neve com a maçã; a maçã com um anão.













ATIVIDADE 3 - JOGO DO DADO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO

Objetivo: desenvolver a coerência e a coesão
Material: 4 dados, sendo 1 de artigo, 1 de substantivo; 1 de verbo de ligação e 1 de adjetivo.


1- Fazer quatro dados de caixas de seis caixas de leite longa vida, que serão cobertas por EVA, as palavras também serão feitas no EVA e coladas no dado por velcro.











Desenvolvimento da atividade:

1- Faz uma roda, sentados de índio, e cada aluno joga os 4 dados’;
2- o professor lê as palavras e pergunta para os alunos: “O que podemos formar de frases?”. Sempre com a interferência do professor. Assim os alunos terão noção que as frases são formadas por várias palavras e não precisam saber que são classes gramaticais, apenas palavrinhas.
3- O professor também poderá pedir para mudar 2 palavras, tanto para o masculino ou feminino, quanto para o plural ou singular, depende do desenvolvimento da sala
Exemplo: Artigo: o, a, os, as, um, uma, uns; - Substantivo- menino, leão, rã, bruxas; Verbo- é, permanece, ficou; Adjetivo- feroz, bela, má, bonita, velho.

O trabalho com os dados pode ser realizado de várias formas, depende da criatividade do professor, o importante é que o aluno não fica formando frase só com palavras escritas no papel. O uso dos dados estimula a aprendizagem, porque se torna uma atividade lúdica e foge do padrão papel, lousa, livro.


ATIVIDADE 4- TELEFONE SEM FIO E SEM VOZ-

Objetivos: desenvolver a escrita e a atenção
Material: nenhum.

Desenvolvimento da atividade:
1- Formas filas indianas;
2- O último aluno de cada fila escolherá uma letra, dirá no ouvido da professora, e depois fará a letra nas costas do colega da frente;
3- Esse colega fará no colega da frente e assim cada aluno fará no a forma ou a palavra no colega da frente, até terminar a fila;
4- Quando chegar ao primeiro da fila, a professora colocará os alunos na frente das filas e pedirá que façam a letra, que foi feito nas cotas, no ar.
5. Essa atividade pode ser feita com letra, sílaba e palavra.


Atividade 5: Painel de símbolos

Material: TNT; durex colorido; EVA para figuras e letras; caneta de retroprojetor para fazer boca, olhos, etc.; cola quente; velcro.

Objetivos: trabalhar coerência, associação, sílabas e o alfabeto.

Como fazer o painel:

1- Elabore símbolos correspondentes a letras ou sílabas, como por exemplo: a palavra foca: coração – FO e a estrela- CA.
2- Coloque, coladas os símbolos e a s letras correspondentes na parte de cima do painel, que é de TNT, e as figuras de EVA.
3- Forme embaixo palavras, mas com figuras, para os alunos descobrirem as palavras correspondentes as figuras.
4- Faça uma linha onde os alunos irão colar, com durex colorido, as letras de EVA possuem velcro atrás e no painel também tem velcro para que possam fixar as letras.


















Desenvolvimento da atividade:

1- Separe a sala em grupos;
2- Os alunos deverão associar as figuras com as sílabas.
Atividade 6: Painel das palavras e figuras

Objetivos: associar palavras com as suas figuras
Material: um quadro de feltro, figuras com velcro atrás, palavras correspondentes as figuras com velcro atrás.

Desenvolvimento da atividade: O professor mistura palavras e figuras numa mesa, ou numa caixinha e as crianças procuram os pares e colam no painel


Atividade 7: Os pares

Objetivos: conhecer as letras do alfabeto
Material: papel cartão, pincel atômico, tesoura, um saco de papel ou de TNT

1- O professor fará 2 alfabetos para cada aluno num papel cartão de forma quadriculada e recortará as letras.
2- Cada aluno recebe um saco de papel ou de TNT com dois alfabetos recortados dentro e uma ficha de marcação.

3- Os alunos serão divididos em duplas;

4. Será feito um sorteio para ver quem começa o jogo na dupla;

5- O aluno tira uma letra do seu saco de papel ou de TNT e o outro aluno também tira uma letra do material dele;
6- Se for a mesma letra o aluno que tirou primeiro a letra, marca um ponto, isto é marca um X na ficha dos pares na coluna SIM, se não for a mesma letra marca um X na coluna Não;
7- Após 10 sorteios por aluno o jogo termina e ganha quem marcou mais SIM na ficha dos pares.
Atividade 8- Alfabeto abstrato

Objetivos: desenvolver o reconhecimento das letras do alfabeto.
Materiais: folhas sulfites, pincel atômico, lápis de cor.

Como fazer a atividade:

1- Numa folha sulfite faça traços, ondas, círculos e também uma letra a ser descoberta.

Desenvolvimento da atividade:

1- Cada aluno receberá uma folha sulfite e deverá descobrir a letra que está escondida nos traçados;
2- Após descobrir deverá colorir a letra.


Atividade 9- Notas musicais

Objetivo: desenvolver a criatividade e a coerência
Materiais: cartolina, cola, tesoura, revistas, lápis de cor.

Desenvolvimento da atividade:

1- Divida a sala em grupos;
2- Cada grupo receberá uma cartolina;
2- Os grupos procuraram figuras nas revistas ou fazer desenhos, conforme a nota musical pedida;
3- O professor dirá “O que tem numa casa o Dó?” para u grupo e para os outros RE, MI, AS, LO, SI.
4. Ao término da atividade os grupos apresentarão seus cartazes.


Atividade 10- O supermercado

Objetivos: desenvolver a leitura e a escrita
Materiais: embalagens de produtos.

Desenvolvimento da atividade

1- Os alunos trarão embalagens vazias de produtos, o professor também poderá usar figuras de produtos;
2- Os produtos ficaram expostos como num supermercado;
3. A sala será dividida em grupos;
4. Cada grupo será responsável pelas compras, tendo como referência uma letra, que será entregue pelo professor, por exemplo, o grupo que receber a letra A comprará ARROZ;
5. Será estipulado um tempo para as compras.

Revista de junho 2010- Novo Educador - jogos e brincadeiras


Contém oito páginas com material da profª. Sheila Blasques Nobile, sendo que todas atividades estão adaptadas para crianças com necessidades especiais

terça-feira, 1 de junho de 2010

Palestra motivacional realizada na Menegegazzo (revenda AmBev)






















Palestra motivacional realizada no dia 29 de maio de 2010 na empresa Menegazzo (revenda da AmBev), ministrada pela profª. Sheila Blasques Nobile

Tema: Mudanças- despertar para mudanças

Participantes: 55 profissionais (vendedores, supervisores, gerentes, diretores)




sexta-feira, 9 de abril de 2010

Dia do Índio - atividades escolares

Atividades para o dia do Índio. Revista publicada em fevereiro 2009.


Projeto da profª. sheila Blasques Nobile



















quarta-feira, 17 de março de 2010

Páscoa- proponha atividades criativas para explorar a temática que tanto agrada à turma

Páscoa- proponha atividades criativas para explorar a temática que tanto agrada à turma



















A Páscoa na Educação Infantil

O texto e as atividades fizeram parte da revista Guia do Educador- Educação Infantil - 2009 e foram elaborados pela profª. Sheila Blasques Nobile .

O coelho da Páscoa

A chegada do coelhinho da Páscoa é muito comemorada pelos alunos da Educação Infantil. Nessa data os professores promovem atividades criativas com o Coelho da Páscoa e o seu ovo, a fim de encantar os alunos e enriquecer o ensino-aprendizagem.

O encantamento é fundamental na Educação Infantil, onde o mundo simbólico deve ser explorado e muito, porque o Ovo de Páscoa, símbolo de renovação da vida, trazido secretamente por um coelho branquinho de orelhas longas aguça a curiosidade das crianças e promove momentos inesquecíveis.


Como falar do coelho da Páscoa para as crianças

Atualmente a criança é trazida à realidade muito cedo. Seja pela influencia da mídia ou nos próprios lares, quando participa das conversas dos pais. Por isso, resgatar a questão da fantasia é fundamental para a criança. É importante para criança acreditar no coelho da Páscoa nessa fase da vida, porque ele é um personagem infantil, que tem seus aspectos simbólicos como alegria, vida, ressurreição e ovo de chocolate.

Toda data comemorativa propícia atividades criativas e lúdicas, que são importantes na Educação Infantil. Além disso, auxilia os pequenos a lidar com a noção de tempo, já que eles associam a Páscoa à comemoração que chega depois do carnaval, antes da Festa Junina e o Natal, por exemplo, com o término do ano letivo.

A Páscoa é uma data religiosa, mas as questões religiosas devem ser deixadas bem longe da escola, a escola aproveita esse momento para introduzir nas crianças valores positivos, como a solidariedade, mas nada ligado à religião.

O ovo deve ser mostrado como um símbolo da vida, um incentivo para o recomeço, a retomada. E as crianças demonstram muito curiosidade com essa questão porque se trata de um ovo que pertence a um animal que não bota ovo.

O coelho deve ser passado como a fartura, a fertilidade, a renovação e da alegria. Tudo isso sem nenhum cunho religioso, mas sim com atividades lúdicas. Porque o personagem Coelho da Páscoa é muito querido pelos pequenos.

O aspecto religioso não deve ser trabalhado pela escola, porque isso, porque isso cabe aos pais passar a elas os seus valores. Assim como é também é tarefa dos pais manter ou acabar com a fantasia do coelho. Não é papel da escola de Educação Infantil contar se o coelho existe ou não, mas muitas crianças descobrem sozinhas. No entanto a professora deverá explicar que o coelho não bota ovo, mas o coelho da Páscoa tem o ovo especial, que faz parte do faz-de-conta, que em alguns países, é um ovo decorado e em outros é o ovo de chocolate.
O que conta para o ensino –aprendizado é que na escola tiveram, na época da Páscoa, as crianças tiveram momentos de alegria, caçaram ovos, pintaram ovos, fizeram coelhinhos e brincaram.

No universo escolar, é fundamental o exercício da criatividade e da solidariedade, pois são elementos de como elemento de propulsão no processo educativo. A ação do educador, de uma maneira geral, mas especialmente do educador ligado à Educação Infantil deve ser balizada por experiências criativas e de socialização . As atitudes criativas levam à autoconfiança, pelo estímulo ao desenvolvimento de aptidões e conhecimento das características e limitações pessoais; e as atitudes solidárias valorizam o cuidar do outro, o respeito e a partilha.


Objetivos do trabalho com o tema Páscoa na escola:

- conhecer o sentido da páscoa;
- desenvolver atividades de raciocínio lógico matemático, comunicação, Arte e coordenação;
- desenvolver a atenção, a percepção, a imaginação e a criatividade.


Avaliação

É importante também fazer uma avaliação das atividades aplicadas com o tema Páscoa. A professora poderá fazer uma avaliação de observação, para tanto poderá desenvolver um portifólio..


Exemplo:

Atividade

A CLASSE TEVE INTERESSE

(EXPLICAR NA OBSERVAÇÃO O QUE FOR RELEVANTE)

NÃO HOUVE INTERESSE DA CLASSE

(EXPLICAR NA OBSERVAÇÃO O QUE FOR RELEVANTE)

EM ALGUNS MOMENTOS DA ATIVIDADE HOUVE INTERESSE DA CLASSE (CITAR NA OBSERVAÇÃO QUAIS FORAM ESSES MOMENTOS)



ATIVIDADES DA SEMANA DA PÁSCOA

As atividades que irei apresentar tem como objetivo promover esse encantamento e auxiliar o professor da Educação Infantil no desenvolvimento de um Projeto Páscoa, com atividades práticas e criativas: decoração; jogos e brincadeiras; lembrancinhas. Tendo três eixos temáticos: a vida, o ovo e o coelho.

Dica: enriqueça as brincadeiras e jogos, fazendo uma coroa de orelhas de coelho para a criançada, elas deverão usá-las nas brincadeiras e jogos.

A artesã pode dar idéia de como fazer uma coroa criativa.


Atividade: O ovo da vida

Objetivo: Valorizar a vida, a alegria e a paz
Conteúdo: Comunicação e expressão e Arte
Material: jornal,cola, revistas, balas de chocolate.

1. A professora explicará para sala o sentido da Páscoa, que essa data significa vida;

2. Pesquisa: os alunos trarão de casa figuras de revista que representam a vida, a alegria e a paz;

3. Na sala de aula a professora também entregará revistas para que os alunos encontrem mais figuras;

4. Os alunos também farão desenhos que representem a vida, a alegria e a paz.

5. A professora fará uma bola de jornal, que representará o ovo da vida, terá na sua formação as figuras das crianças e balas de chocolate, isto é, a cada etapa de formação da bola será incluído uma figura dentro e balas de chocolate.

6. Depois de fazer o ovo da vida que contém figuras e balas de chocolate, a professora colará na bola as figuras desenhadas pelas crianças como se fosse uma capa, as figuras não aparecerão totalmente, pois ficarão umas sobre as outras. Porque o que importa neste momento é o significado desse ovo, a vida.

6. O ovo da vida será a primeira atividade da classe, marcará o inicio da semana da Páscoa, ou do Projeto Páscoa. Por isso deverá ser colocada num local visível durante o projeto.

7. No último dia do projeto, os alunos sentarão, formando um circulo, a professora fará um corte na bola da vida, colocará uma música (a preferência será por uma música) os alunos passarão a bola neste circulo e quando a professora parar a música, quem estiver com a bola abrirá um pedaço da bola, a turma contará até 10 para marcar o tempo que o aluno tem para abrir o seu pedaço e pegar o que tem dentro, terminando a contagem a música retorna e a brincadeira continua, até a bola ser desmanchada totalmente.


Atividade: Cartaz da Páscoa

Objetivo: Tornar significativo o tema Páscoa para as crianças.
Conteúdo: Comunicação e expressão e Arte
Material: cola, revistas, papel Kraft, tesoura, forminhas pequenas de ovo da Páscoa, laços de cetim.

1. O papel Kraft será a base do cartaz;
2. As crianças desenharão e colorirão coelhos. A professora poderá entregar uma base de coelho para que as crianças completem.
3. Os alunos também poderão escrever palavras: paz, alegria e vida; para serem coladas dentro da forminha de ovo da Páscoa que serão coladas no cartaz, representando o Ovo da Páscoa, a professora colocará laços junto com as forminhas.
4. O cartaz da vida poderá ser colocado na porta da sala, ou no mural da classe.

Observação: com a turminha de 3 anos de idade, a professora produz o cartaz e entrega pedaços de papel dobradura para que as crianças façam bolinha. Essas bolinhas serão colocadas na forminha de Ovo da Páscoa, que serão coladas no cartaz.

Atividade: Páscoa é solidariedade (uma visita a um a instituição social)
Objetivo: desenvolver a solidariedade e o relacionamento interpessoal
Conteúdo: Comunicação e expressão
Material: As crianças poderão fazer um cartão, ou a escola fará uma campanha na semana anterior, de produtos de higiene, por exemplo.

1. Os alunos farão uma visita a uma instituição, como asilo ou orfanato;
2. Levaram cartões da Páscoa, produzidos por eles, ou produtos doados pelas famílias, como produtos de higiene;
3. Poderá também organizar atividades, brincadeiras na instituição, desde que tudo seja organizado antes e tenha o consentimento da direção do local.
4. Na volta a escola a professora promoverá um debate para saber o que as crianças acharam da visita e se trouxe um aprendizado positivo para a turma.



Atividade: Quem bota ovo?
Objetivo: Conhecer os animais que botam ovos
Conteúdo: Comunicação e expressão, Lógica e Natureza e Sociedade
Material: cartela com ovos, figuras de animais que botam ovos (figuras do tamanho do quadrado da cartela), 1 dado
As crianças acreditam no coelho da Páscoa, é o faz – de –conta da Páscoa, por isso a professora não pode quebrar esse encantamento.

1. A professora explicará para as crianças o porque o coelho não bota ovos, e porque o coelho foi escolhido como animal que representa a Páscoa, mesmo não botando ovo. Depois apresentará para a turma alguns animais que botam ovos, mostrará as figuras que desses animais que serão usados no jogo;
2. A classe será dividida em grupos;
3. Os grupos receberão uma cartela de ovos e um saquinho contendo animais que botam e que não botam ovos, os alunos receberão figuras diferentes, receberão também figuras repetidas;
4. A professora jogará o dado uma vez para os animais que botam ovos e outra vez para os que não botam ovos, o dado indicará quantos animais deverão ser colocados na cartela;
5. As crianças só poderão colocar na cartela a quantidade que saiu no dado, caso as criança tenham menos figuras do que foi pedido, não poderá colocar na cartela.
6. As figuras não poderão ser repetidas, isto é, se já foi usada (está na cartela), não poderão ser usadas de novo. ;
5. O dado será jogado alternadamente até um grupo completar a cartela, como num bingo.

Texto de apoio: Como surgiu o coelho da Páscoa
O coelho da Páscoa é um personagem místico infantil associado à Páscoa. Segundo a lenda infantil, é o coelho que coloca os ovos de chocolate para as crianças. Qual a origem do personagem?
A tradição do Coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em 1700. O coelhinho visitava as crianças, escondendo os ovos coloridos que elas teriam de encontrar na manha de Páscoa.
Uma outra lenda conta que uma mulher pobre coloriu alguns ovos e os escondeu em um ninho para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram o ninho, um grande coelho passou correndo. Espalhou-se então a historia de que o coelho e que trouxe os ovos.
No antigo Egito, o coelho simbolizava o nascimento e a nova vida. Alguns povos da Antiguidade o consideravam o símbolo da Lua. E possível que ele se tenha tornado símbolo pascal devido ao fato de a Lua determinar a data da Páscoa.
Mas o certo mesmo e que a origem da imagem do coelho na Páscoa esta na fertilidade que os coelhos possuem, representando a vida.

Atividade: Telefone
Objetivo: desenvolver o raciocínio, a atenção e a criatividade
Conteúdo: Comunicação e expressão
Material: nenhum

1. A professora dirá fará de conta que está recendo um telefone, e as crianças deveram adivinhar com quem a professora falou e qual foi o assunto (o que falaram);
Roteiro do telefonema:
Modelo da conversa da professora. Só a professora fala ao telefone, as crianças não ouvirão as respostas:

Alô
É a professora..................
Tudo
Nossa
Fiquei
Lógico que vão
Fizeram as tarefas, sim e foram educados também
Merecem
Acho que é do preto
Pode sim, entrega aqui na minha sala mesmo.
Falo sim
Tchau, eu desejo o mesmo pra você.

2. Após o telefone a professora questiona com sala: Quem ligou? E o que foi falado?

3. Depois das respostas a professora faz recebe o telefonema de nova, mas faz a fala dela e a do Coelho da Páscoa;

Modelo da conversa:
Alô Quem está falando?
É a professora.................. Oi professora, tudo bem?
Tudo Aqui quem fala é o Coelho da Páscoa
Nossa A senhora ficou surpresa?
Fiquei E estou ligando para saber se seus alunos vão querer ganhar ovos da páscoa
Lógico que vão Mas eles estudaram, fizeram as tarefas e foram educados?
Fizeram as tarefas, sim e foram educados também Então a senhora acha que os alunos merecem ovos da Páscoa
Merecem Eles gostam do chocolate preto ou o do branco?
Acho que é do preto A ta. Anotei. E eu posso entregar aí na escola
Pode sim, entrega aqui na minha sala mesmo. Tudo bem então. Fala para as crianças que os ovos serão entregues.
Falo sim Tchau e Feliz Páscoa
Tchau, eu desejo o mesmo pra você.
4. A conclusão da atividade será com a professora fazendo a vez do Coelho da Páscoa, conversando com as crianças, uma de cada vez.

Atividade: Na trilha do ovo
Objetivo: Desenvolver o relacionamento interpessoal e o raciocínio (memorização)
Conteúdo: Comunicação e expressão e Lógica
Material: dez metades de ovos feitos de gesso em forminha (tamanho 17) de ovos da páscoa, cores de tinta guache e pincel, tinta guache branca, papel, giz de cera.

1. a professora fará as metades de ovos de gesso e pintará a parte de dentro, isto é, apenas um lado;

2. Dez locais serão escolhidos no pátio da escola para serem colocados os ovos, com a face pintada, virada para baixo ;

3. Serão feitas pegadas de coelho perto dos locais para indicar o local;

4. A turma será dividida em duplas, para tanto a professora fará cartões com o desenho de ovos e coelhos, cortados pela metade para serem distribuídos entre os alunos a fim de que encontrem sua metade, dessa forma formando a dupla.

5. As duplas receberam papel e lápis para anotarem a cor dos ovos, ou uma cartela de ovos e uma caixa de giz de cera para colorir os ovos de acordo com as cores da seqüência, para isso terão as indicações das pegadas;

6. Quando a dupla encontrar o ovo, deverá levantá-lo e ver qual é a cor que o ovo tem, depois deixará o ovo onde e como encontrou, deverá encontrará os dez ovos, anotar ou pintar as cores que os ovos têm, respeitando a seqüência;

7. Terminada a caçada dos ovos, a professora caminhará com as crianças com estas indicando onde cada um dos ovos se encontra, em cada caso se observará de que cor é o ovo e a equipe que acertou a localização.


Atividade: Mosaico de ovo

Objetivo: desenvolver a criatividade e a coordenação motora;
Conteúdo: Arte
Material: casca de ovos (de galinha) quebrada grosseiramente, papéis crepom coloridos, água morna, cartolina.

1. A professora iniciará a atividade com a leitura do livro


PASCOA NO GALINHEIRO OU A HISTORIA DO OVO
DE GALINHA QUE QUERIA SER OVO DE PASCOA
Coleção: SABOR AMIZADE
Autor: HIRATSUKA, LUCIA
Autor: BAKR, EDUARDO
Editora: PAULINAS
Assunto: INFANTO-JUVENIS - LITERATURA INFANTIL


2. Os alunos receberão um cartão de cartolina, com um ovo desenhado e escrito feliz páscoa e cascas de um ovo (quebradas grosseiramente), para que transformar o ovo de galinha em ovo de Páscoa;
Observação: a professora deverá verificar se as cascas são suficientes para a figura.
3. Os alunos umedeceram as folhas de crepom, nas cores escolhidas e umedecerão na água morna, ou a professora poderá entregar aos alunos as folhas já umedecidas;
4. as folhas serão passadas nos pedaços da casca do ovo;
5. Após a pintura as cascas serão coladas na cartolina, completando a figura do ovo, formando um mosaico.


Atividade: Ovo luz

Objetivo: trabalhar cores, tamanho dos papéis ou dos ovos, quantidade ( de papéis, de ovos), coordenação motora refinada,tato, atenção e concentração;
Conteúdo: Arte
Material: ovo (de galinha) vazio, parafina, pavio, palito de churrasco (para segurar o pavio dentro do ovo, até secar a parafina), pedaços de papel dobradura e guache (várias cores)

Decoração do ovo luz pelas crianças.


Atividade: Ovo decorado

Objetivo: trabalhar cores , tamanho dos papéis ou dos ovos, quantidade ( de papéis, de ovos), coordenação motora refinada,tato, atenção e concentração;
Conteúdo: Arte
Material: três ovos (de galinha) vazios com apenas dois furos nas extremidades para cada aluno, barbante colorido ou fio de lã grossa, EVA, papeis coloridos, tinta guache, cola.

1. A professora entregará as crianças o ovo vazio para ser decorado com tinta guache e papéis coloridos (colados no ovo). O material será preparado pela educadora, assim como o local;
2. Após a decoração a professora passará o barbante colorido dentro do ovo, que deverá ter dois furos nas suas extremidades;
3. Serão colocados pedaços de EVA a fim de que segurem o barbante colorido ou o fio de lã grossa no ovo.
4. Cada aluno deverá colorir 3 ovos, a professora poderá enfeitar a sala com eles, e no último dia do projeto, os alunos levarão para casa.

Atividade: Continue a música

Objetivo: desenvolver a comunicação e o raciocínio;
Conteúdo: Comunicação expressão e Música
Material: nenhum

1. A sala será formada em “ U” ;
2. A professora cantará a música do Coelho da Páscoa e ficará com um braço estendido, quando parar de cantar a criança que sabe o trecho da música, deverá levantar e segurar na mão da professora;
3. A criança deverá cantar o trecho da música.
4. A música deverá ser dividida em vários trechos.
5. a professor apodera cantar mais músicas, desde que as crianças conheçam.

Observação:
Músicas para a atividade: Coelho da Páscoa (Xuxa), O Coelhinho Fufu (Xuxa); Eu sou um coelhinho (Eliana)



Atividade Cara e careta
Objetivo: desenvolver o equilíbrio e auto-confiança
Conteúdo: educação Física (movimento)
Material: uma rodela crua de cenoura para cada aluno

1. A professora poderá ler uma história infantil, indicamos o livro: Pão Quente e cenouras Frescas do autor César Sallut;


2. Depois da leitura cada aluno recebe uma rodela de cenoura, que deverá ser colocada no olho, estando com a cabeça inclinada para trás.

2. A professora colocará uma música de Páscoa para animar a atividade;

3. Ao sinal de início do jogo, cada criança, sem usar as mãos tentará levar a rodela de cenoura até a boca, fazendo movimentos com os olhos, boca e nariz.

4. Quem derrubar a rodela de cenoura estará fora da brincadeira;

5. A brincadeira poderá terminar quando uma criança conseguir levar a cenoura até a boca, ou a professora poderá esperar que todos consigam, menos aqueles que derrubaram as rodelas.

6. Após a brincadeira, que tal uma salada de cenoura, ou um bolo de cenoura, pois é o momento da cenoura.



Atividade Coelhinho Roe
Objetivo: desenvolver o relacionamento interpessoal
Conteúdo: Educação Física (movimento)
Material: nenhum

Uma brincadeira da Educação infantil que será transformada para o Projeto Páscoa:

1. As crianças ficam em círculo e um aluno é escolhido para iniciar o jogo.
2. O aluno escolhido andará em volta do círculo batendo nas costa de cada um dos seus componentes dizendo à cada batida a palavra "Roe" (imitando o coelho roedor). Irá prosseguindo assim até que escolherá um jogador e quando bater nas suas costas ele dirá a palavra "coelhinho".
3. Neste momento o aluno sai correndo e o jogador escolhido sai correndo atrás dele. O primeiro aluno estará a salvo se conseguir alcançar o lugar ocupado pelo seu perseguidor antes que este bata nas suas costas dizendo a palavra "Roe”.
4. Se isto acontecer o perseguidor começará novamente o jogo girando em torno do círculo e batendo nas costas de cada elemento dizendo a palavra "Roe". Caso o perseguidor consiga "pegar" o outro ele voltará ao seu lugar e a criança "pega" repetirá novamente as ações para nova rodada do jogo.

Observação: Antes da atividade leia para as crianças a história O coelhinho que não era da Páscoa da escritora Ruth rocha.

Atividade: Os coelhos famosos

Objetivos: desenvolver a comunicação e a pesquisa;
Conteúdo: Comunicação e expressão
Material: papel sulfite (oficio A4)

1. A professora fará uma pesquisa oral com os alunos, se eles sabem quem são os coelhos famosos dos desenhos infantis. A professora deverá direcionar a pesquisa, fazendo perguntas;
2. Após a investigação na sala de aula, os alunos receberão uma folha de pesquisa, com os nomes dos coelhos famosos e perguntas que seus familiares irão responder. A pesquisa será feita com dois membros da família, ou amigos da família. Será o momento dos pais e familiares comentarem sobre os personagens que fizeram parte da infância deles;
3. A pesquisa será levada num porta papel especial (veja o modelo)
4. Após a pesquisa, a professora coletará o resultado e fará um debate com as crianças para saber como foi a pesquisa, fará também uma avaliação dos resultados.

Observação:

Coelhos famosos: Coelho da Páscoa, Pernalonga, Sanson (coelho da Mônica), Coelho da Alice no país das maravilhas,

As crianças poderão produzir o porta-papel
1. A professora fornecerá modelo do coelho do porta papel, para que as crianças recortem, ajudará também na colagem;
2. Cada criança fará os olhinhos, o bigode, a boca e as patinhas do coelho do porta papel de coelho